UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

21/04/2007 - 20h06
Morales propõe moeda única para União de Nações Sul-americanas

La Paz (EFE)- O presidente da Bolívia, Evo Morales,
propôs hoje que a União de Nações Sul-americanas (Unasur) tenha uma
moeda única, chamada "Pacha" ("terra" em idioma quíchua), circulando
nos dez países da região.

A declaração de Morales foi feita durante uma visita à cidade de
boliviana de Cochabamba, que será sede do futuro Parlamento
Sul-Americano. Ele foi lá para visitar possíveis lugares para
construir o edifício deste organismo.

Sobre a moeda única, ele disse que todos os países têm sua
própria proposta para o nome da divisa.

Morales explicou que os presidentes dos países da região
aceitaram mudar a denominação do futuro bloco de integração durante
a 1ª Cúpula Energética Sul-Americana, realizada na Venezuela na
segunda e na terça.

"Superamos alguns problemas e decidimos que o nome será União de
Nações Sul-americanas", afirmou Morales, completando que o primeiro
estatuto da entidade será redigido em dezembro, durante a 3ª Cúpula
da Comunidade Sul-Americana de Nações, na Colômbia.

Segundo o presidente boliviano, alguns líderes que expressavam
divergências foram convencidos sobre a necessidade de "acelerar" a
formação do novo bloco de integração - e não demorar meio século,
foi o caso da União Européia (UE).

Além disso, ele disse que o Banco do Sul, que conta com o apoio
da Venezuela e outros países da região, pode ser o equivalente a um
Banco Central Sul-Americano, para ajustar a economia de seus
integrantes.

"Nossa colocação é que se transforme numa espécie de Banco
Mundial nesta região, que favoreça as pessoas que realmente
necessitam de recursos econômicos", afirmou.

O presidente boliviano reiterou sua idéia de que a recuperação
dos recursos naturais para o domínio do Estado é a melhor forma de
as nações chegarem ao desenvolvimento econômico.

O governante ratificou seu desejo de consolidar a unidade dos
países da região, atualmente divididos na Comunidade Andina (CAN),
formada por Bolívia, Colômbia, Equador e Peru, e no Mercado Comum do
Sul (Mercosul), que conta com Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e
Venezuela.

"Eu realmente sonho com uma unidade sul-americana" para favorecer
os países subdesenvolvidos", expressou o chefe de Estado boliviano,
que completa em breve 15 meses no poder.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA