UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

17/02/2008 - 08h56
Dados básicos do Kosovo

Pristina (Sérvia), 17 fev (EFE).- A província sérvia do Kosovo é habitada por uma maioria de albaneses, e seu Parlamento foi convocado para declarar a independência em relação à Sérvia, apesar da veemente rejeição da Sérvia e da Rússia, mas com o apoio dos Estados Unidos e da maior parte daos países da União Européia (UE).

Em seguida estão os dados mais importantes sobre o Kosovo, que compreende 15% da Sérvia, se localiza na parte sul desse país e está desde 1999 sob administração da ONU.

Geografia: - Superfície: 10.887 quilômetros quadrados - Situação: Sudeste da Europa, sem acesso ao mar, fronteiriço com a Albânia e Macedônia no sul, com a Sérvia ao norte e com Montenegro ao oeste.

- Capital: Pristina (cerca de 500.000 habitantes) - População: É estimada em cerca de 2,3 milhões de pessoas, entre elas mais de 90% albaneses étnicos. O resto da população é de sérvios e de várias minorias, como montenegrinos, ciganos, turcos, bósnios e croatas.

Cerca de 35% da população vive nas cidades, a outra parte no campo, e 65% da população do Kosovo são de jovens. Esta região é considerada a de população mais jovem da Europa.

Política: - Status: Formalmente, é uma província sérvia, mas sob administração da ONU, que se baseia na resolução 1.244 do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A Administração Interina da ONU para o Kosovo (Unmik) é liderada pelo alemão Joachim Rücker. A ordem é garantida pela polícia internacional da Unmik e pela força internacional para o Kosovo (KFOR), liderada da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

- Presidente: Fatmir Sejdiu (Liga Democrática do Kosovo, LDK) - Primeiro-ministro: Hashem Thaçi (Partido Democrático do Kosovo, KDP, nascido da antiga guerrilha albano-kosovar) - Parlamento: A Assembléia do Kosovo tem 120 cadeiras, dos quais dez são reservadas para os sérvios e outras dez para as restantes minorias.

Economia: A economia do Kosovo está em uma grave crise, em parte também devido à incerteza em torno de seu status definitivo, o que não incentiva os investidores estrangeiros.

Em algumas partes do Kosovo, o desemprego alcança 80%, e a corrupção e o nepotismo são fenômenos bastante estendidos.

A renda per capita dos kosovares é estimada em 1.500 euros por ano, mas não há números precisos. Muitas famílias no Kosovo sobrevivem das remessas enviadas por parentes que emigraram ao estrangeiro, principalmente para Suíça e Alemanha.



Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA