UOL Notícias Notícias
 

14/09/2008 - 02h53

Governo eleva para cerca de 30 número de mortos no confronto de Pando

La Paz, 13 set (EFE).- O Governo da Bolívia elevou hoje para cerca de 30 o número de pessoas que morreram no confronto armado entre civis ocorrido na quinta-feira na região de Pando, que se encontra em estado de sítio.

Em entrevista coletiva, o ministro de Governo (Interior), Alfredo Rada, afirmou que o número de vítimas "se aproxima de 30" e insistiu em que se trata da "maior massacre" ocorrido durante a democracia na Bolívia.

Rada confirmou o achado de outros dez corpos nos montes e no rio próximos à localidade de Porvenir, onde na quinta-feira grupos de opositores autonomistas se enfrentaram com simpatizantes do Governo de Evo Morales.

A maioria dos mortos, segundo o Governo, é camponeses que foram "massacrados" e "crivados de balas" por pessoas que pertencem à Prefeitura (Governo) de Pando, cujo titular é o opositor Leopoldo Fernández.

Rada compareceu perante os jornalistas para responder ao comunicado dos perfeitos regionais opositores de Santa Cruz, Beni e Tarija, que advertiram hoje romper o diálogo com o Governo se houver um só morto ou mais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,05
    3,921
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    0,59
    86.419,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host