UOL Notícias Notícias
 

22/07/2009 - 13h06

Uribe expressa "simpatia" por Governo de Micheletti, diz chanceler

Bogotá, 22 jul (EFE).- O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, expressou sua "simpatia" pelo Governo de Roberto Micheletti em Honduras, disse hoje à emissora "La FM" o chanceler hondurenho, Carlos López, que na segunda-feira passada se reuniu com o líder colombiano em Bogotá.

López confirmou a essa emissora o encontro e acrescentou que Uribe expressou "simpatia" pelo Governo de Roberto Micheletti, nomeado pelo Parlamento para substituir o líder deposto de Honduras, Manuel Zelaya, em 28 de junho.

"O tema principal" que foi tratado com o governante colombiano "foi a situação com Honduras, a situação interna que estamos vivendo" por causa do golpe militar que tirou Zelaya do poder, disse López.

Além disso, o chanceler hondurenho afirmou que decidiu ir à Colômbia porque, segundo ele, as duas nações são "vítimas de agressores externos comuns, como (o presidente da Venezuela), Hugo Chávez".

Chávez, a quem Micheletti responsabiliza pela crise política vivida em Honduras, "representa uma ameaça para as nações, para a independência de cada uma delas", advertiu López à "La FM".

Segundo López, o encontro com Uribe aconteceu na segunda-feira à noite, em Bogotá, e teve a participação de outros sete delegados do Governo de Micheletti.

O Governo colombiano não emitiu até agora nenhuma declaração confirmando ou desmentindo essa reunião.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,68
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,44
    64.861,92
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host