! Série de atentados mata 86 e fere 159 em Bagdá - 08/12/2009 - EFE
UOL Notícias Notícias
 

08/12/2009 - 08h53

Série de atentados mata 86 e fere 159 em Bagdá

[selo]
(Atualiza com detalhes sobre os atentados) Bagdá, 8 dez (EFE).- A explosão quase simultânea de cinco carros-bomba hoje em diferentes pontos de Bagdá causou a morte de pelo menos 86 pessoas e feriu 159, informaram à Agência Efe fontes policiais.

Enquanto as ambulâncias continuam transportando as vítimas aos hospitais, várias pessoas se concentraram nos lugares dos atentados, onde os danos materiais são visíveis, para tentar ajudar os serviços de resgate.

A Polícia isolou as áreas atingidas e fechou as principais artérias da cidade, tanto para facilitar os trabalhos de retirada de mortos e feridos quanto para prevenir novos incidentes.

Um dos ataques, cometido por um suicida ao volante de um veículo com explosivos no bairro de Al-Doura, causou pelo menos 15 mortos - incluindo três policiais - e 23 feridos, na maioria civis.

Segundo o relato das fontes, o suicida se jogou contra uma patrulha da Polícia que circulava por esta zona do sul da capital.

Além disso, outro ataque ocorreu perto da sede do Ministério das Finanças no mercado de Al-Shurya, no centro da cidade, lugar para onde esse departamento foi transferido depois que, em 19 de agosto, outro atentado atingiu a antiga sede dessa pasta, em uma série de explosões que deixou 87 mortos.

Uma terceira explosão aconteceu perto do Ministério do Interior no bairro de Bab al-Sharqi, também no centro da capital. Outro carro-bomba foi detonado no instituto de Belas Artes, perto do parque de Zawraa, no oeste da capital.

Além disso, um quinto atentado aconteceu junto ao Ministério do Trabalho e Assuntos Sociais, na rua Palestina.

As explosões causaram também muitos danos materiais nos edifícios e densas nuvens de fumaça que podem ser vistas dos pontos atingidos pela série de explosões, visíveis em alguns casos de vários quilômetros.

Estes atentados ocorrem dois dias depois que o Parlamento aprovou uma emenda da lei eleitoral que satisfazia a todos os grupos políticos e que preparava o caminho para a realização de eleições gerais.

Hoje, está previsto que o Conselho Presidencial, formado pelo presidente iraquiano e pelos dois vice-presidentes, se reúna com representantes da Comissão Eleitoral e da missão da ONU no Iraque para determinar a data mais adequada para as eleições parlamentares de 2010.

Este atentado múltiplo é o terceiro mais sangrento nos últimos meses.

Em 25 de outubro, em um duplo atentado cometido no centro da capital iraquiana contra edifícios ministeriais, pelo menos 155 pessoas morreram e 500 ficaram feridas.

Dois meses antes, em 19 de agosto, outras 87 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas em várias explosões contra diversas sedes ministeriais, também no centro da capital.

O Governo iraquiano acusou então a Al Qaeda e o proscrito partido Baath - de Saddam Hussein - de serem os responsáveis destes atentados, e afirmou também que o regime sírio estava por trás da organização dos ataques.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host