! Dirigente da Al Qaeda acusa Obama de não avançar no processo de paz - 14/12/2009 - EFE
UOL Notícias Notícias
 

14/12/2009 - 11h42

Dirigente da Al Qaeda acusa Obama de não avançar no processo de paz

[selo]
Cairo, 14 dez (EFE).- O "número dois" da Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri, acusou o presidente americano, Barack Obama, de não cumprir sua promessa de avançar no processo de paz no Oriente Médio.

Em uma gravação divulgada hoje por um site frequentemente utilizado pelos grupos terroristas, Zawahiri criticou também o rei Abdullah da Arábia Saudita, o rei Abdullah II da Jordânia, o presidente egípcio, Hosni Mubarak, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, aos quais qualificou como "agentes" dos EUA.

O dirigente da Al Qaeda pergunta na fita: "o que (Obama) nos ofereceu além de mais pressões e bloqueios?", em referência ao bloqueio imposto à Faixa de Gaza.

"(Obama) representa um ciclo de uma política dos cruzados que tem o objetivo de roubar nossa riqueza e lutar contra nossa religião", disse Zawahiri.

Sobre a questão palestina, Zawahiri acusou o regime egípcio de pressionar os palestinos para que aceitem um acordo de reconciliação, com o objetivo de servir aos interesses israelenses, em troca de permanecer no poder.

"Uma das principais razões de buscar a satisfação americana é (para realizar) o plano de substituir o tirano maior pelo tirano menor", disse o dirigente islamita, em referência à eventual sucessão de Mubarak pelo filho.

Zawahiri pediu também que os dirigentes do movimento nacionalista Fatah se rebelem contra Mahmoud Abbas e Hosni Mubarak.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host