UOL Notícias Notícias
 

05/11/2010 - 12h15

Bento XVI confirma peregrinação à Santiago de Compostela

Juan Lara.

Cidade do Vaticano, 5 nov (EFE).- O papa peregrina sábado rumo à Santiago de Compostela, primeira etapa de sua visita de dois dias à Espanha, que inclui uma visita à igreja Sagrada Família em Barcelona.

"Viajo como peregrino que percorre o mundo com esperança. Vou como testemunha de Cristo Ressuscitado, com o desejo de levar a todos Sua Palavra, na qual podem encontrar luz para viver com dignidade e esperança e construir um mundo melhor", manifestou Bento XVI, sobre sua segunda viagem à Espanha.

Como de costume, o Pontífice pediu aos fiéis que acompanhem suas orações durante a viagem.

Em Santiago de Compostela, o papa será mais um peregrino e como tal se prostrará aos pés do apóstolo São Tiago e carregará a estátua perante a urna que contém seus restos, conforme a tradição católica.

"O papa viaja muito contente e o Vaticano está convencido de que a visita será um sucesso", disse o porta-voz vaticano, Federico Lombardi à Agência Efe.

Bento XVI considera Santiago uma meta e um ponto de referência da tradição cristã, de grande espiritualidade.

Se o motivo da visita a Santiago é resgatar as raízes cristãs da Europa, em Barcelona será o diálogo entre arte e fé no templo da Sagrada Família.

O papa, que denunciou em diversas ocasiões a decadente qualidade arquitetônica e artística de muitas igrejas, qualificou o templo catalão - que será elevado à categoria de basílica - como "maravilhoso".

O Pontífice será recebido em Santiago de Compostela pelos príncipes das Astúrias e cumprimentará o líder do partido da oposição, Mariano Rajoy.

Antes de retornar ao Vaticano, o papa se reunirá no aeroporto de Barcelona com o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

De acordo com o porta-voz, as relações entre Espanha e a Santa Sé são serenas e positivas.

O Vaticano e o Governo espanhol atravessam uma etapa aprazível, após os momentos de atrito pelas leis aprovadas pelo Governo socialista, como o casamento entre homossexuais, o divórcio rápido e a reforma da lei do aborto.

Divulgadas na imprensa, os custos da viagem receberam muitas críticas enquanto as autoridades das duas regiões asseguraram que os benefícios serão maiores.

A etapa de Santiago custará 3 milhões de euros, metade voltada para a transmissão televisiva, e a de Barcelona 1 milhão de euros.

Dados do Vaticano indicam que 92,5% da população da Espanha é católica enquanto pesquisas do Centro de Pesquisas Sociológicas (CIS), divulgam o índice de 75%.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    -0,81
    4,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h48

    -0,27
    104.730,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host