UOL Notícias Notícias
 

14/06/2011 - 12h59

Cinza vulcânica afeta novamente voos entre Brasil, Argentina e Uruguai

Rio de Janeiro, 14 jun (EFE).- As companhias aéreas brasileiras voltaram a cancelar os voos previstos para esta terça-feira com origem e destino a Montevidéu e Buenos Aires devido à nuvem de cinzas que expele o complexo vulcânico chileno Puyehue-Cordón Caulle.

A companhia TAM, líder no mercado de voos internacionais do Brasil, retomou no início do dia as operações com a capital uruguaia, mas às 11h anunciou nova suspensão devido à mudança das condições meteorológicas.

Essa pequena brecha foi aproveitada pelo clube brasileiro Santos para voar em direção a Montevidéu, onde nesta quarta-feira disputará o jogo de ida da final da Taça Libertadores da América contra o Peñarol.

A TAM justificou em um boletim divulgado que o cancelamento das operações se fez necessário para "garantir a segurança" dos passageiros e da tripulação e acrescentou que pretende retomar seus voos com a maior rapidez possível.

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a nuvem de cinzas está a 3 mil metros de altitude e cobre Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, e parte de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

Na segunda-feira à noite, a British Airways suspendeu um voo que chegou ao Rio de Janeiro procedente de Londres e deveria seguir para Buenos Aires.

Segundo a Infraero, ao menos 16 das 72 operações internacionais (22,2%) programadas para esta terça nos aeroportos brasileiros foram canceladas.

A cidade mais afetada é São Paulo, onde nove dos 25 voos internacionais (25%) previstos para decolar nesta terça foram suspensos, enquanto no Rio de Janeiro quatro dos 19 programados (21,1%) também foram cancelados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h39

    0,41
    3,862
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,60
    100.688,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host