EleiçõesEleições
BUSCA

Últimas Notícias
06/10/2004 - 20h09
Em Salvador, João Henrique recebe adesões e Borges reage



SALVADOR (Reuters) - Depois de o deputado federal Nelson Pelegrino ter anunciado o apoio do PT baiano à candidatura de João Henrique (PDT), chegou a vez do deputado estadual Javier Alfaya (PCdoB), candidato a vice-prefeito de Pelegrino, fazer o mesmo.

O partido informou, por meio de sua assessoria, que a decisão de se integrar à coligação contra o candidato César Borges (PFL) é independente do PT.

De acordo com o PCdoB, mesmo se Pelegrino não demonstrasse apoio ao pedetista, Javier Alfaya se posicionaria a favor.

Outro que se aliou a João Henrique foi o candidato derrotado do PTB, Benito Gama, e a ex-candidata Lídice da Mata (PSB), também deverá anunciar apoio ao pedetista.

Quem não gostou dos apoios foi o candidato do PFL, senador César Borges. Em nota, afirmou que "os candidatos derrotados no primeiro turno, Nelson Pelegrino e deputada Lídice da Mata, tornaram-se sócios e co-responsáveis por um projeto político inconsistente e de alto risco para a capital baiana".

César Borges disse que já esperava a decisão dos dois candidatos de apoiar a candidatura João Henrique, reeditando a aliança de 1992, que elegeu Lídice para a prefeitura de Salvador.

"Aquela aliança terminou em 1996, com a eleição do prefeito Antonio Imbassahy. Na época, o prefeito assumiu uma cidade cheia de buracos, lixo em toda parte e às escuras. E a transformou numa nova Salvador", disse.

O pefelista afirmou que durante a campanha do segundo turno vai alertar o eleitorado para os "riscos" oferecidos pela reedição da aliança dos partidos de esquerda. "Vou me dirigir aos eleitores para mostrar que a nossa proposta de governo é a única capaz de garantir os avanços sociais e econômicos que queremos para a capital".

(Por Cândida Silva, especial para a Reuters)