EleiçõesEleições
BUSCA

PR/Curitiba - Eleito
Tucano é eleito em 2º turno
Prefeito: Beto Richa (PSDB)
Vice: Luciano Ducci (PSB)
Coligação: Curitiba Melhor Pra Você (PSDB, PSB, PTN, PP, PDT, PSL, PAN e Prona)
Gasto máximo previsto: R$ 4,5 milhões
Votos: 329.451 (1º turno) e 494.440 (2º turno)
Site oficial: http://www.betoricha45.can.br
O candidato Beto Richa (PSDB) foi eleito neste domingo (31) prefeito de Curitiba com 54,78% dos votos válidos, desbancando no segundo turno o candidato Angelo Vanhoni (PT), que recebeu 45,22% (veja resultado da apuração dos votos).

A eleição de Richa significa a derrota do governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), que apoiou o candidato do PT, Angelo Vanhoni. Requião chegou a se licenciar do cargo por algumas semanas para atuar mais ativamente em favor do petista.

O PFL ficou de fora da coligação vencedora porque Richa, mesmo sendo o atual vice de Curitiba, rompeu com o atual prefeito, Cassio Taniguchi, antes das eleições. Ao contrário do PSB do ex-governador Jaime Lerner, que indicou o candidato a vice.

Com a vitória, Richa se consolida como um dos nomes mais fortes do PSDB paranaense, ao lado do senador Alvaro Dias. Já o PT sai enfraquecido, ao sofrer sua terceira derrota consecutiva com Vanhoni na capital do Paraná.

Carlos Alberto Richa, 39, nasceu em 29 de julho de 1965, na cidade de Londrina. É filho do ex-governador do Estado Beto Richa e formado em Engenharia Civil pela PUC-PR.

Seguindo a tradição de sua família, entrou na política ainda jovem - foi eleito deputado estadual em 1994 e reeleito em 1998. Renunciou ao mandato de deputado em 2000 para ser o vice-prefeito na chapa de Cassio Taniguchi (PFL), eleita no mesmo ano. Durante o ano de 2001, também foi secretário municipal de Obras Públicas.

Em 2002, se candidatou ao governo do Paraná, e conquistou o terceiro lugar no primeiro turno, ficando atrás de Roberto Requião (PMDB), que foi eleito, e Alvaro Dias (então no PDT). Atualmente é o presidente da comissão executiva do PSDB no Paraná.