EleiçõesEleições
BUSCA

RJ/Rio de Janeiro - Eleito
Pefelista é reeleito no 1º turno
Prefeito: Cesar Maia (PFL)
Vice: Otavio Leite (PSDB)
Coligação: Feito pro Rio (PFL, PSDB, PSDC, PRTB, PTN, PV e PT do B)
Gasto máximo previsto: R$ 7,3 milhões
Votos: 1.728.853
Site oficial: http://www.cesarmaia.com.br
O prefeito Cesar Maia (PFL) foi reeleito no primeiro turno com 50,1% dos votos válidos, pouco acima do mínimo necessário para evitar a segunda rodada (veja o resultado final).

Maia é o único prefeito eleito do PFL de uma capital do Sul/Sudeste e representa uma força política de oposição ao governo Lula na segunda maior cidade brasileira.

(UOL News - análise: Cesar Maia é o grande vitorioso do PFL, que não foi bem nesta eleição)

O prefeito liderou todas as pesquisas de intenção de voto desde o início da campanha e chegou a ter quase 60% das intenções de voto. Mas nas duas últimas semanas viu sua vantagem ser reduzida em razão do crescimento do candidato Marcelo Crivella (PT), que ficou em segundo, com 21,8% dos votos válidos.

Cesar Maia nasceu em 18 de junho de 1945, em Copacabana, Rio de Janeiro. É formado em economia. Começou a carreira política como militante do PCB após o golpe de 1964. Perseguido pelo regime, largou a faculdade e exilou-se no Chile, onde concluiu seus estudos e onde conheceu Mariangeles Ibarra, com quem casou em 1969 e teve dois filhos. Um deles é o deputado federal Rodrigo Maia (PFL).

Ainda no Chile, trabalhou para o governo de Salvador Allende. Deixou o Chile meses antes da queda de Allende e partiu para Portugal. Voltou para o Brasil em 1973. Trabalhou na empresa Klabin e foi professor de macroeconomia da UFF (Universidade Federal Fluminense) entre 1975 e 1982.

Em 1976, trabalhou como assessor econômico do candidato à Presidência da República, general Euler Bentes. Foi eleito por duas gestões consecutivas presidente do Instituto de Economia do Rio de Janeiro (Ierj), entre 1981 e 1983.

Com a redemocratização, ingressou no PDT em 1981 e, no ano seguinte, deixou o gruplo Klabin para assumir o cargo de secretário da Fazenda no primeiro governo de Leonel Brizola (1983-1986) no Rio de Janeiro.

Foi eleito deputado federal constituinte pelo PDT em 1986 e reeleito em 1990. Filiou-se ao PMDB em 1991 e concorreu à Prefeitura do Rio pela primeira vez em 1992, quando ganhou de Benedita da Silva (PT) no segundo turno.

Já no PFL, elegeu seu sucessor, o então secretário municipal de Urbanismo, Luiz Paulo Conde, no pleito municipal de 1996.

Na eleição seguinte, para o governo do Estado, em 1998, Maia perdeu no segundo turno para Anthony Garotinho. O pefelista rompeu com o então prefeito Conde em 1999 e se filiou ao PTB, sigla pela qual foi eleito prefeito em 2000. Naquela eleição, ganhou de Conde por uma diferença de 66.849 votos no segundo turno. No primeiro ano de mandato, deixou o PTB e voltou para o PFL.

Em 2002 foi coordenador de campanha da então pré-candidata à Presidência pelo PFL, Roseana Sarney.