EleiçõesEleições
BUSCA

Rio de Janeiro
15/09/2004 - 13h55
Cesar fala do social, Conde e Bittar seguem com ataques ao prefeito

Da Redação

O prefeito Cesar Maia (PFL), que concorre à reeleição, falou hoje, na propaganda eleitoral no rádio, dos programas Centro de Cidadania Rinaldo Delamare, o Gari Comunitário, o Com Licença, Vou à Luta (programa de escolarização para mulheres com mais de 40 anos), o Cozinheiras Comunitárias e Conexões Urbanas (que leva a cultura brasileira às comunidades).

O prefeito abordou também o programa de microcrédito da prefeitura, "considerado um dos mais crativos do mundo pela Organização Internacional do Trabalho". "Antes, se cobrava juros. Agora, emprestamos [dinheiro] para um costureira, para um bombeiro, e eles pagam em serviço", explicou.

Marcelo Crivella (PL) dedicou o programa de hoje aos taxistas. "Na minha juventude eu diriji um taxi, o que ajudou a pagar meus estudos de engenharia;, conheci cada pedacinho da nossa cidade." Ele disse que a classe será ouvida pela Prefeitura, caso seja eleito.

Luiz Paulo Conde (PMDB) continuou com os ataques ao prefeito Cesar Maia. "Quando fui prefeito não brigava com o governo do Estado e com o governo federal." Conde exibiu apoio da governadora Rosinha. "Conde é experiente, inteligente; arquiteto, conehece o Rio como ninguém e tem diálogo; vai poder fazer várias parcerias com o governo do Estado."

Jandira Feghali (PC do B) falou por cerca de 20 segundos em seu programa de 1 minuto e 28 segundos. O programa foi tomado pelo jingle "tá na hora de cariocar, é Jandira Já".

Jorge Bittar (PT) voltou a promter a criação de uma empresa municpal de saneamento - Águas Cariocas - e a criação de centros de convenção. O deputado prometeu ainda parcerias com o governo federal - sem citar o presidente Lula - e a criação de 750 telecentros de inclusão digital.

Mais uma vez os segundos finais do programa foram reservados para ataques contra Cesar e Conde. Foi dito ainda no programa por mais de três vezes que o petista "continua subindo nas pesquisas". No entanto, segundo pesquisa Ibope/Rede Globo divulgada ontem, o candidato oscilou negativamente e está empatado com Jandira com 4% das intenções de voto.

André corrêa (PPS) não falou no programa desta quarta-feira. Um locutor narrou seu currículo e algumas realizações do candidato como deputado estadual, entre elas, a cosntrução do Piscinão de Ramos, "com verbas de empresas poluidoras", sem custo para o Estado. Foi lembrado ainda o apoio do ministro Ciro Gomes (Integração Nacional), do deputado federal Miro Teixeira (PPS), do sociólogo Luiz Eduardo Soares e da deputada federal Denise Frossard (PSDB)

Nilo Batista (PDT) disse que o governo federal "traiu a esperança do povo" e qu eo governo federal "mata quatro jovens negros por dia" e evocou mais uma vez a figura do ex-governador Leonel Brizola.

O candidato Lenine Madeira (Prona) prometeu um programa de habitação via financiamento do FGTS.

Otacílio Ramalho (PSTU) seguiu com reprises de programas anteriores em que prega o não-pagamento da dívida e o rompimento com o Fundo Monetário Internacional. O partido volta a atacar o presidente: "você confiou no Lula, e ele o traiu".

A candidata Thelma Maria (PCO) continua a não usar o tempo a que tem direito na propaganda eleitoral no rádio.






CHARGE
Os caminhos em São Paulo
Debates
Saiba como se saíram os candidatos
Pesquisas
Acompanhe os últimos resultados
Dúvidas
E se não puder votar no dia?
Legislação
Instruções e resoluções estão aqui
Links
Confira o endereço do seu TRE