UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA

SP/Sorocaba - 2º turno
Aliados no Estado, PSDB e PFL se enfrentam

Da Redação

O ex-secretário municipal de Saúde Vitor Lippi (PSDB) e o deputado estadual Caldini Crespo (PFL) disputarão o segundo turno em Sorocaba. Lippi venceu o primeiro turno com 45,66% dos votos válidos. Crespo teve 26,98%.

Saiba resultados de pesquisas eleitorais na cidade.

Os dois partidos aliados estão na esfera federal e estadual, mas têm disputado a prefeitura local nos últimos anos. Lippi é o candidato do atual prefeito, Renato Amary, que comanda a cidade há quase oito anos. Já Crespo é filho do ex-prefeito José Crespo Gonzáles.

Lippi era candidato a vice na chapa encabeçada por Luiz Leite (PSDB), que teve sua candidatura cassada pela Justiça Eleitoral por participar da inauguração de um obra.

Leia abaixo os perfis dos dois candidatos:



Vitor Lippi
(PSDB)
Vice:
Geraldo de Moura Caiuby (PSDB)
Coligação:
Sorocaba do Amanhã (PSDB, PP, PDT, PSL, PL e PTC)
Gasto máximo previsto:
não divulgado
Site oficial:
www.vitorlippi45.can.br

Vitor Lippi, 45, é médico e nasceu em Sorocaba no dia 18 de maio de 1959. Era vice na chapa de Luiz Leite (PSDB), que teve sua candidatura cassada.

Iniciou sua carreira política na primeira metade da década de 90, quando foi vereador em Marinque e Alumínio, na região de Sorocaba.

Quando Renato Amary assumiu a Prefeitura de Sorocaba em 1997, convidou Lippi para ocupar a Secretaria Municipal de Saúde, cargo que deixou em maio passado para disputar a eleição.



VOTAÇÃO NO 1º TURNO
130.874 votos / 45,66%
Crespo
(PFL)
Vice:
Francisco Pagliato Neto (PFL)
Coligação:
Sorocaba Cada Vez Melhor (PFL, PMDB, PRONA, PV, PSC, PSDC, PHS e PRTB)
Gasto máximo previsto:
R$ 950 mil
Site oficial:
www.crespo25.can.br

O deputado estadual José Antônio Caldini Crespo, 49, é casado e nasceu em Sorocaba no dia 5 de junho de 1955.

Filho do ex-prefeito da cidade José Crespo Gonzáles, iniciou sua vida pública em 1989, quando assumiu a presidência da Urbes (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba).

Em 1992, tentou chegar à Prefeitura de Sorocaba pela primeira vez, mas foi derrotado.

Em 1994, foi eleito deputado estadual, cargo para o qual foi reeleito em 1998 e 2002.

VOTAÇÃO NO 1º TURNO
77.327 votos / 26,98%