UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA




17/04/2008 - 14h19
Eleições no Paraguai: Blanca Ovelar representa a continuidade

Da Redação
Em São Paulo

Blanca Ovelar, 50 anos, foi ministra da Educação em duas ocasiões. Primeiro no governo de Luis Angel González Macchi (1999-2003) e depois do atual governo de Nicanor Duarte Frutos (2003-2008). Renunciou ao cargo para se dedicar à disputa dentro do seu partido para ser candidata à sucessão presidencial. É orientadora educacional, psicóloga e mestre em educação

A CANDIDATA DO GOVERNO
Reuters
 
Nome: Blanca Margarita Ovelar de Duarte
Nascimento: 2 de setembro de 1957
Local: Concepción
Posição nas pesquisas: 2º lugar
Partido: Associação Nacional Republicana
Segundo os analistas paraguaios, Blanca Ovelar tem alguns pontos fortes. O primeiro deles é que ela é a única mulher na disputa e, se eleita, será a primeira a governar o país. Além disso, tem o apoio do principal partido paraguaio. A Associação Nacional Republicana, mais conhecido como Partido Colorado, governa o país há 60 anos.

Durante a campanha eleitoral, no entanto, sua imagem foi prejudicada quando dissidentes do seu partido denunciaram que ela se fez candidata por meio de uma eleição fraudulenta. A oposição também a acusou duramente de representar o partido político responsável pela situação ruim que o país atravessa.

Em sua página oficial na Internet, Blanca Ovelar aponta como prioridade do seu governo terminar com "a pobreza, o subdesenvolvimento e a ignorância". Assim como seu oponente mais forte, Fernando Lugo, ela propõe renegociar os tratados energéticos viagentes. Está empatada com Lino Oviedo em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto.