UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 Esporte

29/10/2006 - 13h11
Hayden bate Rossi e é campeão da MotoGP

VALÊNCIA, Espanha (Reuters) - O americano Nicky Hayden se aproveitou de um erro raro do pentacampeão Valentino Rossi e conquistou seu primeiro título da MotoGP em uma corrida dramática neste domingo em Valencia.

Rossi, que começou a última corrida da temporada com uma vantagem de oito pontos, foi parar na brita ao perder o controle da roda dianteira na quinta volta e foi incapaz de recuperar o terreno perdido.

O italiano terminou em 13o lugar, e foi Hayden quem levou o título com um terceiro lugar, atrás da dupla da Ducati, Troy Bayliss e Loris Capirossi.

Rossi encostou ao lado de Hayden quando ele recebia os aplausos na volta de honra, e mostrou espírito esportivo apertando a mão do piloto da Honda.

O americano de 25 anos, cujas chances escassas pareceram se evaporar quando foi derrubado pelo seu companheiro de equipe Dani na penúltima corrida em Portugal, caiu de joelhos e acendeu fogos de artifício no circuito Ricardo Tormo.

"Estou muito orgulhoso", disse Hayden, que tremia visivelmente de emoção enquanto as lágrimas desciam pelo rosto. "Eu não desisti de lutar, nem quando estava por baixo."

VITÓRIA DO TÍTULO

Foi somente a terceira vez na história da principal competição do motociclismo que um piloto largando em segundo lugar na colocação geral conquista o título.

O italiano Giacomo Agostini venceu o primeiro de seus oito títulos nas 500 cilindradas ao ultrapassar Mike Hailwood em 1966, e o americano Wayne Rainey repetiu a proeza em 1992 superando Mick Doohan e conquistando o título.

Hayden marcou pontos em todos os GPs, exceto Portugal, vencendo duas corridas e terminando no pódio em 10 das 17 rodadas do campeonato. Rossi venceu cinco corridas mas não pontuou em três.

O americano terminou cinco pontos à frente de Rossi na pontuação geral, enquanto Capirossi superou o compatriota italiano Marco Melandri e ficou com o terceiro lugar no campeonato por um ponto.

Rossi começou a corrida como favorito para levar seu sexto título mundial consecutivo na categoria, depois de garantir sua quinta pole position do ano.

Mas o italiano fez uma largada lenta e caiu para sétimo ao final da primeira volta, com Bayliss determinando o ritmo.

Dani Pedrosa, companheiro de Hayden na Honda, assumiu a segunda posição e deixou o americano ultrapassá-lo, enquanto se concentrava em conter Rossi.

SEGUNDOS PERDIDOS

As chances de Rossi viraram fumaça quando a roda dianteira de sua Yamaha escorregou e a moto foi parar na brita, na saída de uma curva na quinta volta.

O italiano conseguiu montar de volta na moto, mas perdeu 25 segundos em relação aos líderes e caiu para a 19a posição.

Hayden assumiu a terceira posição atrás da dupla da Ducati, Bayliss e Capirossi, enquanto Rossi fazia o máximo de ultrapassagens para ficar entre os pontuadores e manter suas esperanças vivas.

Rossi conseguiu abrir caminho até a 13a posição, mas isso não foi o suficiente para impedir Hayden de lhe tomar o título do campeonato.

A batalha pelo título ofuscou a vitória de Bayliss na corrida, mas a vitória do australiano também foi uma conquista notável.

O piloto de 37 anos, que venceu o campeonato Mundial de Superbike este ano, só participou da corrida como substituto de Sete Gibernau, que se machucou, e acabou garantindo uma dobradinha para a Ducati no pódio.

"Foi um fim de semana de conto de fadas, na verdade um ano de conto de fadas, depois que venci o Superbike", disse Bayliss.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
Pelé Net
Sereias Ketlen e Thaís 'desbancam' Neymar e Ganso
Folha Online Esporte
Palmeiras se despede do Parque Antarctica com vitória