UOL Notícias Internacional
 

26/04/2009 - 19h04

Bird emprestará US$ 205 mi para o México; EUA e Canadá também confirmam casos de gripe suína

Do UOL Notícias*
Em São Paulo
Atualizado às 23h57

Para ajudar o México a enfrentar a epidemia da gripe suína, o Banco Mundial (Bird) aprovou um empréstimo emergencial de US$ 205 milhões para o país. Desse valor, US$ 25 milhões serão liberados para entrega imediata, para a aquisição de remédios e equipamentos médicos para detectar e diagnosticar a doença.

Saiba como a gripe suína se espalha entre humanos

Já foram confirmados vinte casos de gripe suína nos Estados Unidos e mais seis no Canadá. Nova Zelândia, França, Espanha, Reino Unido e Israel também têm suspeita de cidadãos contaminados com o vírus que já matou mais de 80 pessoas no México (22 confirmados com exames laboratoriais). Em São Paulo, um homem foi internado com sintomas de gripe, mas o médico acredita não ser gripe suína.

Apesar de a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizer que a doença tem potencial para se espalhar e se tornar uma pandemia, a organização afirma que o mundo está "bem preparado" para ela.

Margaret Chan, diretora da OMS (Organização Mundial da Saúde), reforçou a necessidade de todos os países adotarem medidas de prevenção. "Os países que ainda não foram atingidos devem aumentar sua vigilância", advertiu a diretora.

Reino Unido, Brasil, Hong Kong e Coreia do Sul estão advertindo passageiros que embarcam e desembarcam dos EUA e México sobre a doença.

EUA
A secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jannet Napolitano, disse hoje (26) que a saúde pública do país vive uma "situação de emergência" devido à propagação do vírus da gripe suína, embora o diretor dos centros de controle de doenças e prevenção tenha afirmado que todos os casos do país são brandos.

"Não há razão para pânico entre os americanos", disse o o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

Além dos oito estudantes de uma escola de Nova York que viajaram para o México recentemente, os Estados Unidos também têm sete casos na Califórnia, dois no Texas, dois em Kansas e um em Ohio.

Outros países
O Canadá divulgou os primeiros casos confirmados de gripe suína neste domingo em diferentes regiões do país, com dois casos na província de British Columbia, no oeste, e quatro na província de Nova Scotia, na costa do Atlântico.

"Estes casos são brandos. Todos aqueles que foram afetados estão se recuperando. Até este momento, não vemos casos graves como aqueles no México", disse Robert Strang, autoridade-chefe de saúde pública da província de Nova Scotia.

Já as autoridades da França examinam cinco casos suspeitos de gripe suína em pessoas recém-chegadas do México e dos Estados Unidos, dos quais três foram detectados no norte do país, disse à agência Efe um porta-voz da Prefeitura de Lille.

Na Nova Zelândia dez estudantes que fazem parte de um grupo que viajou para o México estão com o vírus da gripe tipo A, o que, apesar de não ser um resultado definitivo, aumenta a chance de que eles estejam infectados pela gripe suína, de acordo com o ministro da Saúde Tony Ryall.

Pessoas que acabaram de voltar do México e apresentam sintomas de gripe estão sendo isoladas e examinadas na Espanha, Reino unido, Israel e Brasil.

México
O presidente do México, Felipe Calderón, disse neste domingo que mais de 900 das cerca de 1.300 pessoas com suspeita de ter contraído a doença foram declaradas saudáveis.

Escolas da capital, Cidade do México, e de outros dois Estados permanecerão fechadas por duas semanas. Todos os eventos públicos como missas e partidas de futebol foram cancelados. Cerca de 70% dos bares e restaurantes da capital também foram fechados.

O que é a gripe suína
O vírus da gripe suína tipicamente afeta porcos e não humanos. Mas o vírus sofreu mutações com misturas entre vírus que atacam suínos, aves e humanos.

O vírus H1N1 é a mesma variedade que causa epidemias de influenza em humanos. É transmitido, entre pessoas, principalmente por espirros e tosses.

Os sintomas são febre superior a 39ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Embora já existam remédios que parecem ser eficazes contra o vírus, especialistas querem saber a razão de algumas pessoas ficarem gravemente doentes enquanto outras apresentam apenas sintomas mais leves de gripe.

*Com informações da Reuters, EFE e BBC

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,39
    4,048
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h23

    2,76
    94.484,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host