UOL Notícias Internacional
 

13/01/2010 - 19h49

Ajuda ao Haiti chega a US$ 150 mi; Lula conversa com Obama e propõe ação conjunta

No UOL Notícias*
Em São Paulo
Atualizado às 22h24

Relembre os maiores tremores do mundo nos últimos 15 anos


Para assistência humanitária e reconstrução do cenário de devastação provocado pelo terremoto que atingiu o Haiti nesta terça-feira (12), vários países já prometeram ajuda financeira e equipamentos ao país atingido. Levantamento feito pelo UOL Notícias apenas com auxílio em dinheiro anunciado nesta quarta-feira (13) aponta para um montante de ao menos US$ 151 milhões.

O Banco Mundial estimou que a nação mais pobre da América perderá mais de 15% de seu Produto Interno Bruto (PIB) por causa do terremoto. Em 2008, o PIB haitiano teve queda de 15% devido a quatro tempestades tropicais, mas o Banco Mundial acredita que desta vez a destruição superará esse nível, dado que o desastre afetou uma área maior e especialmente Porto Príncipe, a capital.

Estima-se que o PIB do Haiti, a preços de mercado, tenha chegado em 2008, o último ano com números disponíveis, a US$ 7 bilhões. Assim, a perda de 15% equivaleria a pouco mais de US$ 1 bilhão.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu "apoio total" ao país. Foram enviados quatro navios e um avião de carga. O Banco Mundial anunciou o desbloqueio de US$ 100 milhões para ajuda aos atingidos pela catástrofe, que pode ter deixado cerca de 50 mil mortos, segundo nova estimativa divulgada pelo presidente haitiano, René Préval. A ONU autorizou uma verba de US$ 10 milhões de seu fundo de emergências.
  • EFE / Radio Tele Ginen Haiti

    Mulher se desespera ao ver escombros de casas destruídas pelo terremoto que atingiu o Haiti


O Brasil anunciou ajuda de US$ 15 milhões, além de 28 toneladas de alimentos. Além disso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em conversa por telefone nesta quarta-feira com o presidente dos EUA, Barack Obama, propôs uma reunião do grupo de países empenhados em ajudar na reconstrução do Haiti.

"Propus ao presidente Obama que o Brasil está disposto a participar, junto com os EUA e a ONU, na coordenação de uma reunião dos países doadores, para que a gente possa agilizar logo o que seja necessário de recursos para recuperar o Haiti", afirmou Lula a jornalistas após conversar com Obama. Segundo Lula, Obama disse que se encontrará na quinta-feira com o ex-presidente dos EUA Bill Clinton, enviado especial da ONU para o Haiti, para discutir medidas para ajudar a nação mais pobre do Hemisfério Ocidental.

Mais doações
A Comissão Europeia desbloqueou uma primeira ajuda de US$ 4,3 milhões. O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, prometeu o envio de ajuda humanitária, com equipamento de emergência e contribuição financeira ainda não definida.

A Espanha anunciou ajuda de US$ 4,3 milhões e o envio de 150 toneladas de ajuda humanitária, além de disponibilizar o uso de sua base no Panamá. A Alemanha ofereceu US$ 2,18 milhões. Bélgica, Suécia e Luxemburgo ofereceram equipamentos de purificação de água, tendas, ajuda médica e de resgate de sobreviventes.

A Conferência Episcopal Italiana (CEI) também anunciou 2 milhões de euros, provindos de fundos derivados de uma parcela do imposto de renda das pessoas físicas à disposição da Igreja.

O governo italiano anunciou 1 milhão de euros para ajuda alimentar sob a supervisão do Programa Mundial de Alimentos (PMA) e para o programa de emergência da Federação Internacional da Cruz Vermelha. Já a Holanda aprovou o envio de 2 milhões de euros.

Na América Latina, o governo do México anunciou o envio de um grupo de médicos, cães farejadores especializados em busca e resgate de pessoas e especialistas em avaliação de danos e emergências. Porto Rico abriu centros de ajuda para desabrigados. A Venezuela enviou um avião da Força Aérea Bolivariana (FAB) com remédios, alimentos, água e ferramentas. Cuba, que também sentiu o terremoto, enviou 30 médicos.

No final da tarde, o Fundo para Segurança de Risco de Catástrofes do Caribe (CCRIF, na sigla em inglês) anunciou que desembolsará US$ 8 milhões para o Haiti, com base em dados preliminares sobre a localização e a intensidade do terremoto de 7 graus de magnitude que devastou a capital, Porto Príncipe, e deixou ao menos 12 brasileiros mortos.


*Com agências internacionais

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h30

    0,44
    3,703
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h31

    -1,49
    84.325,38
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host