UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

14/10/2006 - 10h49
Brasil empata e leva ouro no futsal dos Jogos da Lusofonia

Macau, China, 14 Out (Lusa) - O Brasil conquistou neste sábado a medalha de ouro do torneio de futsal dos Jogos da Lusofonia ao empatar em 1 a 1 com Portugal, em jogo em que os brasileiros precisavam apenas não perder.

Os Jogos da Lusofonia, que ocorrem em Macau, na China, reúnem países de língua oficial portuguesa. O torneio de futsal foi disputado por cinco seleções no esquema todos contra todos.

Brasil e Portugal chegaram ao jogo deste sábado com três vitórias cada. Porém, como o Brasil tinha melhor saldo de gols - nesta sexta a equipe bateu o recorde da modalidade ao fazer 76 a 0 no Timor Leste -, bastava um empate para consquistar o ouro.

Jogo

No jogo deste sábado, o Brasil fechou-se no seu meio-campo e deixou a iniciativa da partida pertencer a Portugal, que pressionou muito no primeiro tempo do jogo, mas não foi capaz de furar a defesa adversária.

Na segunda metade, os brasileiros entraram determinados a matar o jogo com a vitória, e a bola esteve mais tempo no meio-campo da seleção portuguesa, que sentiu muitas dificuldades em sair para o ataque.

Portugal não fez mais do que atirar uma bola na trave, num gesto repetido pelo ataque brasileiro pouco depois.

Sem goleiro

Como tinha de vencer para levar o ouro, o treinador de Portugal, Orlando Duarte, arriscou a quatro minutos do final da partida e trocou o goleiro Euclides Vaz pelo jogador de linha José Pereira.

Logo após a troca, e como José Pereira jogava adiantado relativamente à baliza portuguesa, o Brasil inaugurou o marcador quando faltavam três minutos para o final, através do seu goleiro, Tiago Marinho.

Mesmo assim os portugueses não baixaram os braços e continuaram a pressionar, acabando por empatar a partida com um tento de Pedro Costa a 27 segundos do fim do jogo.

"Modelo a seguir"

No final, o treinador brasileiro, Paulo César, considerou o jogo "muito equilibrado" e elogiou o trabalho de Orlando Duarte na construção da seleção portuguesa, considerando-o "um modelo a seguir" em muitos países.

Paulo César disse também que o Brasil está reformulando sua seleção e que sabia que ia encontrar uma equipe poderosa.

"É bom que estes jovens comecem a ganhar, mas a ganhar como hoje, com luta e não a jogar bonito", afirmou para concluir que foi a equipe mais fraca (Timor Leste) que decidiu o torneio, já que condicionou a atuação de Portugal, porque a equipe lusa ficou obrigada a ganhar do Brasil devido à diferença de gols.

Já Orlando Duarte recusou ter sido responsabilidade de Timor Leste a decisão do duelo e considerou que os jogadores do Brasil têm "uma excelente qualidade" de recepção e passe da bola.

Não escondendo que estava para Macau para levar a medalha de ouro, Orlando Duarte congratulou-se com a forma como a equipe se bateu diante dos adversários que encontrou pelo caminho.

A seleção de Angola, que no jogo anterior tinha derrotado Timor Leste por 23 a 3, conquistou o terceiro lugar e a medalha de bronze no torneio de futsal, que contou ainda com a participação de Macau.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA