UOL Notícias Notícias
 

10/12/2009 - 19h20

Senado brasileiro homenageia navegador português

Brasília, 10 dez (Lusa) - Brasileiros e portugueses se uniram para resgatar a memória do militar e navegador português Pedro Teixeira, homenageado nesta quinta-feira em sessão especial do Senado, após quase quatro séculos da expedição do desbravador pela Amazônia.

O presidente da Portugal Telecom, Zeinal Bava, que participou do evento, anunciou a criação do prêmio Pedro Teixeira e o lançamento de um site sobre este capítulo da história luso-brasileira e sobre os impactos futuros da descoberta da Amazônia.

O prêmio será dado aos três melhores trabalhos feitos por estudantes entre 12 e 18 anos, organizados em grupos de quatro ou cinco alunos, sobre a vida, o trajeto ou o impacto dos feitos do navegador português que subiu o rio Amazonas, liderando uma expedição com 2.500 homens.

"O objetivo é motivar pesquisa e organizar conteúdos, o que acreditamos que será alcançado em 2010. É pela educação que se faz a diferença e a conquista do nosso futuro faz-se pela aposta e 'empowerment' das gerações mais novas", afirmou Bava.

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que organizou a homenagem desta quinta, anunciou que apresentou um projeto de lei no Congresso para incluir Pedro Teixeira no Livro dos Heróis da Pátria e para que sua história seja incorporada nos livros didáticos brasileiros.

"Todos reconhecemos que foi essa expedição que trouxe a Amazônia para o território brasileiro e, no atual momento de afirmação do Brasil no cenário internacional, é significativo haver uma revisão da história para reconhecer a imensa contribuição dos portugueses ao que somos como nação, como país e como povo", afirmou Mercadante à Agência Lusa.

A pesquisadora paraense Anete Costa Ferreira, autora do livro "A Expedição de Pedro Teixeira - A sua Importância para Portugal e o Futuro da Amazônia", também presente na homenagem, disse ter uma "verdadeira simpatia em estudar Pedro Teixeira".

"Ele foi um militar que se destacou por sua bravura. Participou da expulsão dos franceses do Maranhão, da fundação de Belém do Pará e de todas as batalhas no Forte de Gurupá para expulsar os estrangeiros. Descobriu os rios Tapajós, Negro e Madeira e comandou a grande expedição em canoas de Belém até Quito. Sinto-me feliz com a homenagem que lhe foi rendida hoje (quinta)", afirmou a historiadora à Lusa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,12
    3,740
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    2,96
    88.515,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host