UOL Notícias Notícias
 

18/12/2009 - 20h52

Líderes europeus fazem último esforço por acordo climático

Por Pedro Morais Fonseca, da Agência Lusa

Copenhague, 18 dez (Lusa) ? O primeiro-ministro português, José Sócrates, se reúne nesta sexta-feira, pela segunda vez, com os demais líderes europeus para analisar uma proposta de compromisso político sobre mudanças climáticas a ser definida com os outros chefes de Estado e de governo mundiais.

De acordo com fonte diplomática portuguesa, a proposta de compromisso político, que tem como base um texto da União Europeia, avançou depois de uma reunião entre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao.

Do texto inicial da proposta de acordo, por exigência chinesa, foi retirada a referência a uma redução em 50% das emissões de gases poluentes até 2050.

Os líderes mundiais apenas assumem o objetivo de evitar um aumento da temperatura em dois graus Celsius até 2050.

Em relação aos mecanismos de financiamento, nos próximos três anos está previsto um pacote na ordem dos US$ 30 bilhões, e deste valor a UE fornecerá US$ 10,6 bilhões.

Dos US$ 10,6 bilhões europeus, Portugal apresentará US$ 51,6 milhões já previstos.

O texto do compromisso político tem referência explícita à existência de mecanismos de verificação de metas de redução da emissão de gases, mas, agora, com uma operacionalidade considerada mais "flexível, baseando-se mais no controle a fazer por cada país", explicou à Agência Lusa uma fonte diplomática portuguesa.

No ponto dos mecanismos de verificação há também uma frase em que se destaca que não poderão "colidir" com a soberania nacional de cada país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    -0,07
    5,344
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,61
    99.160,33
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host
    Por Pedro Morais Fonseca, da Agência Lusa %>