UOL Notícias Notícias
 

19/12/2009 - 13h00

Líder chinês promete apoiar avanço democrático em Macau

Macau, 19 dez (lusa) ? Dois vinhos portugueses estiveram, neste sábado, na mesa do presidente chinês, Hu Jintao, no jantar de boas vindas em Macau no qual o líder garantiu que a China vai apoiar o governo local "no avanço democrático".

O chefe de Estado chinês chegou neste sábado à região administrativa especial chinesa para participar das cerimônias que marcam os dez anos da transição da soberania do território à China, em 20 de dezembro de 1999, e para empossar o novo governo, que será liderado por Fernando Chui Sai On.

O governo central "vai dar todos os apoios ao desenvolvimento econômico, à melhoria da vida da população, ao avanço democrático e à promoção da harmonia social de Macau", garantiu o líder da China em discurso no jantar.

A maior democratização no território, através do voto direto para a eleição do chefe do Executivo e dos deputados à Assembleia Legislativa, tem sido exigida pelo chamado setor democrata, pelo deputado português eleito diretamente, Pereira Coutinho, e por muitos segmentos da sociedade local.

Dos 29 deputados na Assembleia Legislativa, apenas 12 são eleitos por voto direto e universal, e, dos demais, dez são escolhidos indiretamente por associações "representativas da sociedade" e sete são nomeados pelo chefe do governo, que, por sua vez, é selecionado por um colégio eleitoral composto por 300 pessoas.

No jantar, a presença portuguesa em Macau foi resumida por Hu Jintao a "400 anos de vicissitudes", e o presidente chinês preferiu destacar os "êxitos de desenvolvimento sem precedentes" que, disse, comprovam a vitalidade do princípio "um país, dois sistemas".

"Gostaria de reafirmar aqui que o governo central vai continuar a implementar com firmeza os princípios 'um país, dois sistemas', 'Macau administrado por gente de Macau' e um alto grau de autonomia, e observar rigorosamente a Lei Básica", acrescentou.

Hu Jintao elogiou "os êxitos" de Edmund Ho nos dois primeiros mandatos na região administrativa especial e disse que o governo chinês "deposita uma grande esperança" em Chui Sai On e no novo Executivo, que toma posse no domingo.

"Uma vez que persistirmos na combinação perfeita do herdar com o inovar, poderemos avançar continuamente com base nos êxitos já obtidos e criar, sem parar, novos panoramas de desenvolvimento de Macau", disse o Presidente chinês.

Na celebração, o líder chinês anunciou que o governo central ofereceu dois pandas, que "transmitirão o profundo sentimento de amizade do povo do interior da China aos cidadãos de Macau e acarretar a alegria e boa sorte para Macau".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,60
    5,350
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h24

    0,03
    96.234,96
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host