UOL CelebridadesUOL Celebridades
UOL BUSCA

24/05/2007 - 10h02

Tenho defeito, mas é segredo, diz a Miss Brasil

Fabrício de Castro
Pedro Cirne
Da Redação
Natália Guimarães é alta, bonita e, para completar, Miss Brasil. A mineira de Belo Horizonte trabalha como modelo desde os 15 anos. Hoje com 22, ostenta um currículo invejável. Já venceu o Miss Minas Gerais 2007, o Miss Brasil 2007, o Top Model of The World 2007 - concursos que reúnem algumas das mulheres mais bonitas do mundo. Mas Natália não quer parar por aí.

Patrick Prather/EFE
Natália Guimarães, candidata brasileira: alimentação saudável e bronzeado em
dia para a disputa do Miss Universo
MAIS FOTOS DA MISS BRASIL
CONHEÇA AS CANDIDATAS
No México para a disputa do Miss Universo 2007, ela sonha em igualar o feito das brasileiras Ieda Maria Vargas, eleita em 1963, e Martha Vasconcellos, que venceu em 1968.

Entre seus trunfos estão ser fluente em inglês e espanhol e ter feito faculdade de Arquitetura em Belo Horizonte. Segundo pessoas próximas, é católica praticante e sempre usa uma medalhinha com a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Natália namora há quatro anos um administrador de Belo Horizonte e, quando fala de si mesma, não esconde o jeito mineiro de ser: "Tenho defeito, sim... Mas é segredo e não vou contar".

Na Cidade do México, onde a vencedora do Miss Universo será escolhida no dia 28 de maio, Natália encontrou uma brecha nos ensaios para falar sobre concurso, dietas, ciúmes e beleza.

UOL - Como é a rotina de preparação para o concurso?
Natália Guimarães -
É preciso ter muita disciplina, porque a agenda de uma miss é cheia de compromissos. Nós participamos de entrevistas, viagens, aulas de etiqueta e de oratória, cuidamos do corpo e estamos sempre antenadas.

UOL - Você está fazendo dieta agora?
Natália -
Não. Eu acredito que dietas com uma alimentação saudável e equilibrada são o ideal para qualquer pessoa. Eu bebo muita água, como vegetais, proteínas, carboidratos e evito gorduras e açúcar. Além disso, faço exercícios físicos regulares.

UOL - A disputa está cada vez mais próxima. Dá um frio na barriga, uma ansiedade, alguma coisa?
Natália -
Na verdade, acho que uma das minhas qualidades é me concentrar bem antes do concurso. Fico bem tranqüila, porque o nervosismo só atrapalha, mas às vezes pinta um friozinho na barriga...

UOL - Como é representar o Brasil?
Natália -
Para mim, é uma honra e uma grande responsabilidade, já que represento um país famoso por ter as mulheres mais belas do mundo.

UOL - Quais são as adversárias que metem mais medo?
Natália -
Prefiro não dizer nomes, mas algumas candidatas estão sendo preparadas há muito mais tempo que eu. E este é um ponto que o Brasil precisa rever. O tempo de preparação é muito importante e faz diferença em um concurso de beleza como este.

UOL - Você tem algum defeito?
Natália -
Tenho defeito, sim... Todos nós temos. Mas é segredo e não vou contar!

UOL - O que a mulher brasileira tem que as outras não têm?
Natália - Determinação, objetivo e seriedade. E mantém a alegria em cada momento da vida.

UOL - Você namora há quatro anos. Você sente ciúmes do seu namorado? E ele, é muito ciumento?
Natália -
Não. Temos uma relação muito saudável e, antes de tudo, somos amigos. Pensamos que, no futuro, estaremos juntos e vitoriosos. É por isso que apoiamos o trabalho um do outro.

UOL - Você é uma mulher normal para a sua idade? Come hambúrguer, chocolate, doces, vai ao cinema, vê TV?
Natália -
Gosto disso tudo! Adoro chocolates e hambúrguer, mas sem as batatinhas! Adoro ir ao cinema, ao teatro e, principalmente, à academia de ginástica. Sempre que estou em Belo Horizonte reservo um tempinho para ir à academia. Essa é minha maior diversão. Se não for, fico até deprimida!

UOL - Ser considerada a mulher mais bonita do Brasil já é muita responsabilidade. Você está preparada para ser a mais bonita do Universo?
Natália -
Para mim, receber o título de Miss Universo é uma responsabilidade muito grande e um trabalho. Além de honrar meu nome, há também os nomes do Brasil e do concurso, que envolve muitas outras pessoas. Além disso, uma miss deve sempre ser um exemplo para a sociedade.

UOL - Você é católica e pensa em utilizar sua popularidade para desenvolver um projeto social, talvez com crianças. O que você pretende fazer?
Natália -
Tenho alguns projetos em mente. Acho que não estou aqui por acaso e que seria uma injustiça perder uma oportunidade de ajudar os que mais necessitam - principalmente, crianças, que não têm culpa da situação social do País.
RECEBA O BOLETIM
UOL DIVERSÃO E ARTE

Shopping UOL