UOL CelebridadesUOL Celebridades
UOL BUSCA

27/05/2007 - 10h00

Mineira, modelo, estudante de arquitetura, fã da Disneylândia. Quem é a Miss Brasil?

Fabrício de Castro
Em São Paulo
Pedro Cirne
Na Cidade do México
Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais, tem cerca de 1 milhão de mulheres com mais de dez anos de idade, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Há mais mulheres que homens e, segundo a mitologia local, de cada 10 mulheres, 11 são bonitas.

Divulgação
Natália Guimarães é deslumbrante, mas não faz o tipo de modelo anoréxica
VEJA MAIS FOTOS DA NATÁLIA
LEIA ENTREVISTA
Uma mineira está acima da média: Natália Guimarães, a candidata brasileira ao título de Miss Universo, 22 anos, olhos e cabelos castanhos, 1,73 m de altura, 90 cm de busto, 60 cm de cintura e 93 cm de quadril. Eleita Miss Minas Gerais e Miss Brasil 2007, a moça divide-se entre a carreira de modelo, iniciada aos 15 anos, e um curso de arquitetura da PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais).

Se você está pensando em prestar vestibular na PUC Minas apenas para ter o prazer de estudar com Natália, melhor desistir. A moça estava no sexto período, mas trancou a matrícula recentemente para se dedicar aos concursos. Para completar, namora um administrador de empresas de Belo Horizonte há quatro anos e, ao lado do rapaz, faz planos para o futuro. "Temos uma relação saudável e, antes de tudo, somos amigos", diz Natália.

Enquanto o futuro não chega, o namorado toca a vida e acompanha de perto o sucesso de Natália. Em 2006, a mineira participou do concurso de Miss Intercontinental, nas Bahamas, e conquistou o título de Miss Fotogenia na competição. Com o feito, tornou-se a primeira brasileira indicada para o Top Model of The World 2007, na China, e, para alegria da nação, foi novamente a vencedora.

O que Natália tem que as outras não têm? As fotos da miss já dão uma pista, mas a família da mineira ressalta que, além de bonita, ela está longe do padrão de modelo esquálida, que passa fome para desfilar. "A Natália não é uma miss anoréxica", confirma Eliane Moreira, mãe da mineira.

VIDA DE MISS BRASIL
Alfredo Estrella/AFP
Natália participa de desfile de trajes típicos na Cidade do México
EFE
Brasileira posa ao lado das concorrentes: o que só ela tem?
Patrick Prather/EFE
Natália ensaia às vésperas da escolha da mais bonita do mundo
BASTIDORES DO CONCURSO
ENSAIOS
MISSES DE BIQUÍNI
Filha única e nascida em Juiz de Fora, no interior de Minas, mudou-se para Belo Horizonte com poucos anos de vida. Desde cedo, foi acostumada a uma vida cosmopolita. "A Natália sempre gostou de viajar. Ela foi nove vezes à Disneylândia", revela Eliane.

Agora, mesmo que quisesse não teria tempo de visitar a terra do Mickey. Natália segue uma rotina agitada de mulher mais bonita do Brasil e - quem sabe? - de mais bonita do mundo. Na Cidade do México, onde acontece o Miss Universo 2007 na próxima segunda-feira, ela participa de entrevistas, sessões de fotografia, ensaios, desfiles de rua e passeios. Tem a obrigação de estar sempre sorrindo, linda e maravilhosa. Quem disse que vida de miss é fácil?

Nas horas vagas, quando está em Belo Horizonte, seu passatempo preferido é cuidar do corpo na academia de ginástica, embora Natália também esteja preocupada com a alma. Católica praticante, ela anda com uma medalhinha de Nossa Senhora Aparecida no pescoço e enxerga o sucesso internacional como um trampolim para outros projetos.

"Nós pensamos em aproveitar a visibilidade do concurso de miss para fazer um projeto social, talvez com crianças. Isso tira o sentido de vencer o concurso apenas por conta do glamour", confirma a mãe. Se Natália vai chegar lá, a resposta sai nesta segunda-feira, dia 28.
RECEBA O BOLETIM
UOL DIVERSÃO E ARTE

Shopping UOL