UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

12/10/2005 - 23h43
Brasil goleia Venezuela e termina eliminatórias em primeiro

BELÉM (Reuters) - O Brasil encerrou sua campanha nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo com uma vitória por 3 x 0 sobre a Venezuela em Belém, na quarta-feira, e garantiu a primeira colocação no torneio.

O Uruguai venceu a Argentina por 1 x 0 em outro jogo da rodada e garantiu a disputa da repescagem com a Austrália, campeã da Oceania. Com esse resultado, Brasil e Argentina terminaram com 34 pontos, porém os brasileiros têm melhor saldo de gols.

O jogo contra a Venezuela marcou ainda o fim do jejum de gols de Ronaldo, que marcou o segundo da equipe depois de ficar pouco mais de um ano sem balançar as redes -- o último havia sido no dia 9 de outubro do ano passado, na goleada por 5 x 2 sobre a Venezuela. O atacante ainda encerrou a competição como artilheiro, com 10 gols.

O Brasil começou com um ritmo forte, dominando a partida e chegando várias vezes ao gol. A Venezuela teve poucas chances de ameaçar a meta de Dida, e se fechou na defesa.

Assim, o quadrado formado por Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo e Adriano teve várias oportunidades de marcar, mas não conseguia passar pela defesa adversária.

Logo aos dois minutos Adriano cruzou da esquerda e Kaká cabeceou fraco, nas mãos do goleiro Dudamel. Aos 12 Ronaldo recebeu lançamento, cortou um zagueiro e chutou, mas novamente o goleiro venezuelano salvou.

Aos 23 minutos o Brasil perdeu grande oportunidade. Cafu cruzou a bola na linha de fundo e Adriano, sozinho, cabeceou fraco novamente para defesa de Dudamel.

O gol finalmente saiu cinco minutos depois. Ronaldinho Gaúcho tocou para Adriano na área, o atacante dominou e bateu cruzado para marcar.

Apesar dos espaços deixados pela equipe brasileira para o contra-ataque, os venezuelanos não conseguiram aproveitar e nem chegaram a preocupar Dida no primeiro tempo.

No intervalo, o técnico Carlos Alberto Parreira mostrou-se insatisfeito com as várias chances desperdiçadas pela equipe brasileira.

"Tem condições de jogar melhor, com mais velocidade, mais vibração", afirmou ele.

O Brasil manteve o ritmo no segundo tempo e logo aos 7 minutos conseguiu ampliar o placar. Adriano recebeu na entrada da área e tocou para Ronaldo, que cortou um zagueiro e o goleiro e ainda avançou com a bola até o gol para encerrar seu jejum.

"Espero não voltar a ter um jejum tão longo", afirmou Ronaldo, que na comemoração levou vários tapinhas nas costas e na cabeça de seus colegas. "Falaram tanto das nossas comemorações que agora quem faz gol apanha aqui", disse Ronaldo, referindo-se às críticas sobre as coreografias dos jogadores do Real Madrid.

Dez minutos depois Roberto Carlos fez o terceiro da equipe em uma forte cobrança de falta para fechar o placar em 3 x 0.

Parreira ainda colocou em campo Robinho, Alex e Juninho Pernambucano respectivamente nos lugares de Adriano, Ronaldinho Gaúcho e Zé Roberto.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA