UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

16/07/2006 - 21h59
Ronaldo Fraga transpõe sertão de Guimarães Rosa para passarela

Reuters

Modelo mostra criação de Ronaldo Fraga no SPFWl

Modelo mostra criação de Ronaldo Fraga no SPFWl

SÃO PAULO (Reuters) - A obra "Grande Sertão: Veredas", de Guimarães Rosa, ganhou formas, texturas e volumes com a coleção primavera-verão do estilista mineiro Ronaldo Fraga, apresentada na noite de domingo, no São Paulo Fashion Week.

"Guimarães usou a natureza, com seus bichos e aves, como metáfora para falar da natureza humana. Ele rompeu barreiras", explicou o estilista a jornalistas, após o desfile.

O sertão de Ronaldo Fraga tem muito volume e sobreposição, com especial atenção para os vestidos e as batas. "A silhueta é a quilômetros do corpo. O corpo da mulher jamais deve ser delimitado", explicou.

Calças curtas em rosa-velho, bordadas com linha em formas geométricas, vieram acompanhadas de vestidos de renda marrom em degradê para o roxo, sobrepostos por regatas bege, com toques dourados e o mesmo degradê.

Um vestidão preto recebeu bordados verdes em forma de folhas e brancos lembrando pássaros, pontuados por miçangas douradas e canutilhos cobre.

As cores foram divididas, segundo Ronaldo, nos seguintes tons -- desbotados pelo sol da manhã, iluminados pelo dia e molhados pelo sereno da noite.

Entre os tecidos, crepe, algodão e cambraia com acabamento de seda. Já as estampas justificaram o mote do desfile -- "A cobra: ri -- uma estória para Guimarães Rosa" -- e trouxeram muitas cobras, também observadas nas sandálias e nos cintos.

Para manter a sensualidade, o estilista abusou de decotes enviezados, de mangas tipo "gaiolinha" -- compostas por uma série de pequenas alcinhas --, e de ombros, pernas e braços à mostra.

Os bordados, sempre em linha, ilustraram a história cinqüentenária de Guimarães Rosa. Uma saia vermelha ganhou aplicações em amarelo com desenhos e nomes das personagens do livro, e surgiu acompanhada por uma bata rosa, bordada com flores laranjas e vermelhas.

"Todos os Riobaldos estavam vestidos de Diadorim", disse Fraga, referindo-se à indefinição do masculino-feminino presente em algumas peças. A inspiração veio de Diadorim, que passa a maior parte do livro vestida de menino.

Um exemplo foi a camiseta rosa com estampa de cobras verdes sobreposta por uma camisa de manga curta, combinada a uma bermuda rosa.

Na passarela, um tapete composto por serragem e raspas de couro coloridas formava desenhos em alusão às imagens presentes na coleção e às festas de rua comemoradas durante a Semana Santa, em diversas cidades brasileiras.

A trilha sonora trouxe trechos de "Grande Sertão: Veredas", e, ao final do desfile, Fraga distribuiu cópias do livro para os convidados.

Os atores Daniel de Oliveira, Leandra Leal e Thalma de Freitas, assim como a diretora de teatro Denise Stocklos, conferiram o desfile "literário" do estilista mineiro.

(Por Fernanda Schimidt)

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA