UOL Notícias Notícias
 

29/10/2010 - 08h58

Trabalhadores em refinaria francesa e terminal encerram greve

PARIS (Reuters) - Trabalhadores de um terminal de petróleo em Le Havre e da refinaria da Total em Gonfreville, ambos no norte da França, votaram nesta sexta-feira para encerrar a greve contra a reforma previdenciária, disse o sindicato CGT.

Gonfreville foi a oitava das 12 refinarias na França a decidir pôr fim ao protesto. Trabalhadores de uma dessas refinarias já votaram para reiniciar envio de combustível, mas ainda não haviam decidido retomar a produção.

É necessário alguns dias para reiniciar as operações em uma refinaria, e um retorno à produção normal também dependerá da retomada de importações de combustível nos terminais de petróleo franceses.

Trabalhadores no terminal de Le Havre votaram nesta sexta-feira pela retomada das operações, abrindo a rota de entrada para o petróleo bruto para quatro refinarias no norte da França.

Uma greve separada que já dura um mês no porto de Fos-Lavéra, próximo à cidade de Marselha no sul da França, pode agora se tornar o principal foco de tensão com o governo.

O Parlamento francês deu aprovação final na quarta-feira à uma lei que irá aumentar a idade mínima da aposentadoria em dois anos, para 62 anos, e a idade mínima para receber o valor integral para 67 anos.

O governo afirma que a lei é crucial para controlar o crescente déficit da previdência e proteger o índice de crédito AAA que permite à França rolar sua dívida com as taxas mais baixos do mercado.

(Reportagem de Mathilde Cru)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,23
    3,210
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h20

    -0,28
    80.962,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host