UOL Notícias Cotidiano
 

01/06/2009 - 15h22

Família Orleans e Bragança confirma presença de príncipe no voo AF 447; veja quem são os passageiros já identificados

Do UOL Notícias*
Em São Paulo
Atualizado às 17h47

O Airbus A330-200 da Air France, que fazia o voo AF 447 do Rio de Janeiro a Paris, desapareceu dos radares neste domingo (31) na costa do Brasil com 228 pessoas a bordo. Desse total, 216 eram passageiros, incluindo um bebê, sete crianças, 82 mulheres e 126 homens. A Air France só deve divulgar a lista completa com os passageiros do Airbus A330 depois que as famílias forem comunicadas. Havia mais de 50 brasileiros a bordo.

Voo AF 447 - Rio-Paris

  • Gonzalo Fuentes/Reuters

    Parentes e amigos de passageiros do voo AF 447 chegam a centro de crise montado no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris


A família Orleans e Bragança, herdeira da família real brasileira, confirmou que o príncipe Pedro Luis de Orleans e Bragança estava entre os passageiros. Ele era o único integrante da família presente no voo.

Descendente de dom Pedro 2º e filho do príncipe dom Antônio, Pedro Luis, 26, seria o quarto na linha sucessória do trono, caso o sistema monárquico retornasse ao Brasil. As informações foram repassadas pelo escritório que representa a família Orleans e Bragança, em São Paulo.

Também estavam no voo Marcelo Parente, chefe de gabinete do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), de acordo com a assessoria da Prefeitura do Rio de Janeiro. Parente embarcou à França acompanhado de sua esposa, cujo nome ainda não foi confirmado. A assessoria da prefeitura negou os boatos divulgados em sites de relacionamento da internet de que a esposa de Eduardo Paes, Cristine Paes, estaria no voo.

Entre os passageiros também estavam o presidente da Michelin - multinacional francesa do ramo de pneus - para a América do Sul, Luís Roberto Anastácio, o diretor de informática da Michelin Brasil, Antônio Gueiros, e Christine Pieraprts, funcionária da área de qualidade de conteúdo da Michelin França.
  • Arte UOL

    Lista divulgada pela companhia aérea Air France, na França


Já a Secretaria de Cultura do Distrito Federal confirmou que o maestro Silvio Barbato estava a bordo da aeronave. A secretaria recebeu as informações de parentes do maestro. Silvio Barbato já foi regente das Orquestras Sinfônicas do Teatro Nacional de Brasília e do Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Outro passageiro da aeronave era o presidente do Conselho de Administração da ThyssenKrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), Eric Heine. A assessoria de imprensa da companhia informou que Heine, de 41 anos, viajava a trabalho, sozinho, com destino à Alemanha, sede da Thyssen.

A assessora de imprensa da presidência da Petrobras, Adriana Van Sluijs, de 40 anos, também era passageira. De acordo com sua mãe, a brasileira tinha medo de viajar de avião e adiou a partida para Paris em uma semana, mas finalmente acabou embarcando no voo AF 447.

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre lamentou, em nota, a presença do cirurgião plástico Roberto Corrêa Chem, 65, professor da universidade, entre os passageiros. Além do médico, também estavam no avião a mulher dele, a psicóloga Vera Chem, 63, e a filha Letícia Chem, 36, gerente de roaming internacional da operadora Oi.

A ONG Viva Rio confirmou que dois membros da entidade estavam entre os passageiros do voo AF 447: a brasileira Ana Carolina Rodrigues, 28, e o argentino Pablo Dreyfus, 38.

Outra passageira era a catarinense Deise Possamai, 34, que viajava para a Itália, onde faria um curso por dois anos, segundo informou a Prefeitura de Criciúma. Possamai era funcionária da prefeitura há nove anos.

A empresa de tubulações Saint-Gobain informou na tarde desta segunda-feira que o engenheiro Luis Cláudio Monlevad, 48, também era um dos passageiros. Ele atuava como gerente de qualidade na unidade de canalização da multinacional francesa.

Também foram confirmados no voo, por empresas ou familiares, os passageiros João Marques da Silva Filho, 67, engenheiro mecânico e gerente do Estaleiro Atlântico Sul, localizado em Ipojuca (PE); a brasileira Valnilzia Betler, 44, casada com um alemão e moradora de Munique, que estava no Brasil visitando a família; os professores da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Izabela Maria Furtado Kestler e Octávio Augusto Ceva Antunes; e a cantora Juliana Ferreira Braga de Aquino, 29, que morava na Alemanha e passava férias com a família em Brasília.

Italianos
Três italianos que estariam a bordo do avião da Air France estavam no Brasil para uma viagem de solidariedade, segundo confirmou a associação Trentini nel Mondo.

Rino Zandonai, Luigi Zortea e Gianbattista Lenzi eram membros da associação e faziam parte de uma delegação que visitou a América do Sul para conhecer as estruturas de apoio aos imigrantes italianos na região. Entre outras cidades, eles visitaram o município catarinense de Gaspar onde entregaram mais de 22 mil euros (cerca de R$ 62 mil) para ajudar a população atingida pelas enchentes do ano passado.

Outro italiano a bordo era Luigi Zortea, prefeito da pequena cidade de Canal San Bovo, situada na província de Trento, na Itália.



* Com informações das agências Brasil e Ansa e Folha Online

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h50

    -0,58
    3,118
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h58

    -0,61
    75.510,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host