UOL Notícias Cotidiano
 

02/06/2009 - 14h40

Famílias de passageiros do avião desparecido da Air France continuam a chegar a hotel no Rio

Thais Leitão
Da Agência Brasil
As famílias dos passageiros do Airbus A330 (Rio de Janeiro-Paris), da Air France, desaparecido desde ontem (1º) enquanto sobrevoava o Oceano Atlântico, continuam chegando ao hotel Windsor na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Na porta do hotel, é grande a movimentação de repórteres, cinegrafistas e fotógrafos que procuram informações. Há pouco, chegou ao hotel o tio de Lucas Gagriano, de 24 anos, o único tripulante brasileiro da aeronave. Ele identificou-se apenas como Luiz Eduardo e mostrou uma foto do sobrinho.

"É um momento muito difícil para a família, porque Lucas se foi dias depois da morte do pai", afirmou"

Logo cedo, chegou ao hotel um ônibus com 20 voluntários destacados pela companhia aérea Air France para prestar assistência aos parentes dos passageiros do vôo AF 447.

Em nota divulgada à imprensa, a Air France informa que fazem parte da equipe dois médicos e uma enfermeira que vieram de Paris. O comunicado diz, ainda, que 4.000 funcionários da empresa aérea fazem parte de um programa de voluntariado e que essas pessoas são acionadas em situações de crise.

Como parte do treinamento elas recebem quatro missões principais: acolher famílias e parentes de vítimas, dar apoio logístico, reforçar equipes de aeroporto e dar assistência pelo telefone.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h29

    0,15
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h31

    -0,78
    63.586,42
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host