UOL Notícias Cotidiano
 

12/06/2009 - 19h16

Mais seis corpos do Airbus da Air France foram encontrados e estão a bordo de navio francês

Do UOL Notícias
Em São Paulo
Durante coletiva de imprensa na noite desta sexta-feira (12), em Recife, a Marinha informou que outros seis corpos de vítimas do Airbus da Air France foram resgatados do oceano Atlântico e estão a bordo do navio francês anfíbio Mistral. O avião da Air France sumiu dos radares no último dia 31, enquanto fazia o trajeto Rio-Paris com 228 pessoas a bordo.

Com esses, já seriam 50 corpos encontrados no mar. Porém, como as autoridades brasileiras não contabilizam os corpos que estão a bordo de navios estrangeiros, o número oficial de vítimas encontradas continua sendo 44.

A Marinha brasileira informou que não sabe quando os corpos foram encontrados, nem a localização exata destas novas vítimas resgatadas. Segundo o vice-almirante Edson Lawrence, entretanto, provavelmente os corpos foram encontrados entre ontem e hoje.

O brigadeiro da Aeronáutica Ramon Borges Cardoso informou que os três corpos resgatados pela Marinha brasileira ontem serão levados de helicóptero a Fernando de Noronha (PE) neste sábado. Outros 20 corpos resgatados que estão no arquipélago serão transportados para Recife amanhã, por volta das 10h, para o trabalho de identificação.

A Marinha afirmou que novos destroços e pertences de passageiros foram recolhidos hoje na área de buscas. De acordo com informações da aeronave R-99, destroços avistados continuam na área delimitada para as buscas.

O brigadeiro Ramon explicou que não é possível determinar um ponto exato de impacto da aeronave no mar. "Trabalhamos em uma área possível do acidente, que tem um raio de 70 km", disse o militar. A área foi delineada com base nas últimas informações emitidas pelo Airbus. "Esta área foi repassada de maneira que os navios franceses tivessem também uma área inicial para o planejamento de busca das caixas-pretas".

A Aeronáutica voltou a afirmar que o dia 19 de junho não deve ser considerado como o último dia de buscas. A partir de 17 de junho serão feitas avaliações a cada dois dias. "Se houver a possibilidade de encontrar corpos, levaremos mais a frente essa busca", disse o brigadeiro Ramon.

Em nota, a Marinha informou que, até o dia 11 de junho, navegou 13.763 milhas (ou 25.490 km) no trabalho de buscas, o que representa mais de três vezes a extensão da costa brasileira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h39

    0,11
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h41

    -0,59
    63.705,27
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host