UOL NewsUOL News
UOL BUSCA
FALE COM UOL NEWS

15/05/2006 - 16h25
São Paulo é atacada pelo crime organizado com truculência jamais vista

Veja a entrevista em vídeo

Da Redação

Guerra urbana.São Paulo é atacado pelo crime organizado com uma truculência jamais vista no Estado. Desde sexta-feira à noite, já foram confirmados 150 ataques da facção criminosa auto-intitulada Primeiro Comando da Capital e 74 morreram, entre policiais civis, militares, bombeiros, agentes penitenciários, criminosos e civis. Informações extra-oficiais elevam o número de mortos para 92.

De madrugada, 13 agências bancárias foram depredadas ou incendiadas, e 85 ônibus incendiados na capital, em Osasco e na região do ABC. A cidade amanheceu amedrontada. Pela manhã, um bando armado entrou na estação de metrô Artur Alvim, na Zona Leste, e disparou diversos tiros./Ninguém ficou ferido. No início da tarde, um veículo da Divisão Anti-Seqüestro da Polícia Civil foi metralhado no bairro de Higienópolis, região nobre da capital. Um dos quatro policiais que estavam no carro foi atingido.

Sete empresas de ônibus paralisaram o trabalho hoje, complicando o trânsito e prejudicando as populações principalmente das zonas Sul e Leste. Segundo a Secretaria de Educação do Estado, 30% dos alunos da rede estadual faltaram às aulas hoje. Ainda há 45 rebeliões em andamento em presídios e centros de detenção provisória só no Estado de São Paulo. São quase 200 reféns.

A ação coordenada dos criminosos se espalhou também pelos Estados do Paraná (onde o governo acaba de informar que as rebeliões acabaram), Mato Grosso do Sul e Bahia. As ações, segundo o comando da segurança pública de São Paulo, são uma reação do PCC à transferência de líderes da organização para a penitenciária 2 de Presidente Venceslau (a 620 km da capital). Até o momento, foram presos 82 suspeitos.

O governador de São Paulo, Cláudio Lembo, chegou a dizer que a situação está "sob controle" e afirmou que o Estado "não vai se dobrar ao crime organizado", dispensou a ajuda da Polícia Federal mas tudo indica que ele pode mudar de idéia ainda hoje. O ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos deu há pouco entrevista coletiva em Brasília, reiterou que está à disposição do governo estadual e às 6 da tarde terá um encontro em são Paulo com o governador.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, também disse que o governo tem condições de combater a violência. Um reunião de emergência entre a cúpula da Polícia Civil e o secretariado acontece neste momento na Secretaria de Segurança Pública do Estado.

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

20/05/2008

10h32- Comerciantes entram em confronto com guarda civil de SP

10h20- José Aparecido Nunes depõe na CPI dos Cartões nesta terça

09h47- Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai pode virar museu na BA

09h39- Polícia prende invasores de cooperativa em Serra Pelada

09h37- Consórcio Suez/Camargo vence o leilão da usina de Jirau

09h21- Marisa Letícia comparece a evento sem Lula pela 1ª vez

09h16- Temporão apóia "qualquer medida que traga recursos"

09h08- Lula: "sem dinheiro, não há milagre na área da Saúde"

08h52- Governo espera proposta de parlamentares para nova CPMF

19/05/2008

21h53- Jovem mata seqüestrador e foge do cativeiro


Shopping UOL

Conversor DigitalMelhore sua TV Home TheaterAs principais marcas pelos menores preços. Clique TV LG Scarlet 42Nova! FULL HD. Faça de sua sala um cinema! Confira as promoções.