PUBLICIDADE
Topo

Governo de SP promete punir quem vender gás acima do preço de tabela

01/04/2020 14h03

O diretor do Procon-SP, Fernando Capez (PSDB-SP), e o governador de São Paulo, João Doria, do mesmo partido, anunciaram a fiscalização, em parceria com a polícia, da venda dos botijões de gás de cozinha. O governo tem recebido diversas denúncias de que há revendedores cobrando preços abusivos por conta da quarentena e, assim, se aproveitando do medo de desabastecimento por parte da população. Capez fez questão de dizer que não há risco de a população ficar sem gás de cozinha e Doria ressaltou que o botijão não pode custar mais do que R$ 70. Há informações de vendedores cobrando até R$ 130 pela mercadoria. Quem for encontrado vendendo botijões acima de R$ 70 será multado e levado à delegacia para responder por crime contra a economia popular, segundo promessa do governo estadual.

Vídeos