PUBLICIDADE
Topo

Policial que vaza investigação é 'pior que bandido', diz delegada da PF

25/05/2020 17h21

O presidente Jair Bolsonaro disse, na última sexta-feira (22), que recebe de policiais o que chamou de "informações pessoais" sobre investigações em andamento — o que é preocupante, segundo a presidente do sindicato de delegados da Polícia Federal, Tânia Prado, porque pode instigar agentes a vazar outros fatos sigilosos. Ela disse, no UOL Debate de hoje, que não é raro constatar a participação de policiais de diferentes cargos em organizações criminosas, mas que "não se pode dizer que é normal".

Política