PUBLICIDADE
Topo

Thaís Oyama: "Torcidas organizadas estão brincando com fogo"

01/06/2020 13h52

Na sua coluna em vídeo desta semana, a jornalista Thaís Oyama fala sobre as manifestações pró-democracia realizadas na avenida Paulista ontem. Representantes de várias torcidas organizadas organizam um ato para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Um grupo favorável ao presidente também se manifestava na avenida paulista. A Polícia Militar de São Paulo tentou separar os grupos. Em um determinado momento, policiais militares dispararam bombas contra os manifestantes pró-democracia. Segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a PM uso a força para dispersar a manifestação e evitar um "resultado mais grave"

Segundo Oyama, Chico Malfitani, um dos fundadores da Gaviões da Fiel e um dos organizadores do ato, disse que a manifestação teve como objetivo "riscar o primeiro fósforo" a favor da democracia. A jornalista afirma que esse tipo de declaração pode colocar o movimento em risco.

"Quem fala em riscar o primeiro fósforo se esquece que, no Brasil, o presidente da República é o primeiro a se colocar como incendiário. Bolsonaro, seu entorno e seus filhos falam em ruptura institucional a todo momento", diz Oyama. "As torcidas organizadas podem estar dando aos incendiários os pretextos que eles querem", afirma.

Notícias