PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

Ministro da Saúde diz que vacinas ao Brasil se reduzem a três opções

02/12/2020 14h29

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje que o Brasil começará a receber, em janeiro e fevereiro, 15 milhões de doses da vacina contra a covid-19 do laboratório AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). O chefe da pasta disse ainda que, hoje, o Brasil tem apenas "duas ou três" opções de vacinas. Segundo ele, desde o início da pandemia, o governo federal tem se reunido de forma constante com empresas desenvolvedoras de vacinas, independentemente da origem, para discutir questões científicas, técnicas, comerciais e logísticas. No entanto, quando se discute a capacidade dos proponentes para a fabricação e entrega das vacinas, as opções se reduzem a até três opções, que ele não nomeou. Pazuello foi convidado a falar a uma comissão mista do Congresso Nacional que acompanha ações ao longo da pandemia sobre vacinas em desenvolvimento e testes encalhados em estoque do governo federal prestes a vencer.

Vídeos