PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

Viaduto do metrô desaba no México e mata mais de 20 pessoas; veja vídeo

Do UOL, em São Paulo

04/05/2021 20h32Atualizada em 04/05/2021 22h10

A estrutura de sustentação de uma linha de metrô desabou na Cidade do México por volta das 22h30 de ontem (horário local, 0h30 desta terça no horário de Brasília). Ao menos 23 pessoas morreram, segundo informação divulgada por Claudia Sheinbaum, chefe de governo, equivalente ao cargo de prefeita.

O acidente aconteceu quando o trem que fazia o trajeto entre as estações de Tezonco e Olivos, da linha 12 do metrô, passava pela via elevada localizada no distrito de Tláhuac, na região sudeste da capital mexicana. A estrutura ficava a uma altura de 5 metros.

Imagens da câmera de segurança mostraram a estrutura desabando sobre um fluxo de carros. Ao menos dois vagões pendiam precariamente da via elevada danificada.

Equipes de médicos e bombeiros trabalharam no resgate dos sobreviventes. Investigadores do Ministério Público seguiram para o local para ajudar na identificação dos corpos e iniciar o trabalho de perícia, que deve estabelecer as causas da tragédia.

Perícia internacional

O governo da Cidade do México anunciou hoje que vai solicitar uma perícia internacional para analisar as causas do acidente. Até o momento, segundo Claudia Sheinbaum, há 79 pessoas internadas — 60 homens e 19 mulheres, sendo três idosos e três menores de idade.

Entre as 23 vítimas, duas morreram no hospital e quatro continuam dentro do trem devido à dificuldade do resgate dos corpos.

A prefeita ainda explicou que 490 ônibus trabalham na região para oferecer mobilidade aos usuários desta linha do metrô. Questionada, a chefe de governo insistiu que as perícias ajudarão a averiguar o caso.

"Minha posição é que precisamos chegar à verdade sobre as causas deste lamentável incidente. Para isso, necessitamos de especialistas tanto da Procuradoria-Geral como de uma entidade externa e imparcial que faça a perícia e todos os estudos", ressaltou.

(Com AFP e EFE)

Vídeos