PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

"Lázaro Barbosa não tem forma de ser corrigido", diz psiquiatra forense

18/06/2021 19h36

Em entrevista ao UOL News, o psiquiatra forense Guido Palomba fala sobre o perfil de Lázaro Barbosa de Sousa, criminoso foragido após matar quatro pessoas da mesma família no Distrito Federal e fazer outra refém em Goiás, além de ser condenado por homicídio e estupro em extensa ficha criminal. Para o especialista, Lázaro "não tem forma de ser corrigido": "Ele nasceu e se desenvolveu com essa característica patológica, e assim ele vai morrer"

O especialista ainda cita - e explica - o termo condutopata para descrever Lázaro. "O que é se pode falar com absoluta certeza é que esse indivíduo não é nem doente mental nem normal mentalmente. Ele fica na zona fronteiriça entre a loucura e a normalidade mental, e essas pessoas são chamadas de psicopatas. Normalmente, os assassinos em série são condutopata , que praticam delitos sempre de uma mesma maneira", acrescenta

Vídeos