PUBLICIDADE
Topo

Kalungas terão voz, diz candidata a diplomata

23/06/2021 16h25

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) iniciou na quarta-feira (23) o julgamento de um recurso de uma descendente de quilombolas que foi rejeitada como candidata cotista negra num concurso do Itamaraty. Rebeca Silva Mello foi aprovada no concurso e recusada dias depois por ser considerada branca. O recurso dela será analisado pela 1ª Seção do STJ de maneira virtual até a próxima terça-feira (29).