PUBLICIDADE
Topo

Aziz acusa ministro da CGU de omissão e pede depoimento dele na CPI: 'Tem que vir'

15/09/2021 13h46

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, acusou o ministro da CGU, Wagner do Rosário, de omissão. De acordo com Aziz, o ministro seria um "prevaricador" por saber de supostas irregularidades no Ministério da Saúde no combate à covid e não agir. "Estou exigindo que o nome dele esteja no relatório", disse o presidente da Comissão.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.