PUBLICIDADE
Topo

Vídeos

Bastidores: Ex-mulher de Bolsonaro pode não ter depoimento agendado pela CPI

16/09/2021 15h17

A CPI da pandemia votou na quinta-feira (15) um requerimento de convocação para que a advogada Ana Cristina Valle prestasse depoimento. Ela é a segunda mulher de Jair Bolsonaro (sem partido) e mãe de Jair Renan, o filho "04" do presidente. No entanto, depois da votação, o depoimento gerou divisão no chamado "G7", o grupo de senadores crítico à atuação do governo Bolsonaro na pandemia e que controla os trabalhos na CPI. A coluna apurou que nas discussões travadas desde ontem à noite está prevalecendo a possibilidade de o depoimento da advogada não ser agendado até o fim da CPI na próxima sexta-feira. As informações são da colunista Juliana Dal Piva, que explicou o clima dos bastidores durante participação ao vivo no UOL News Tarde, com Fabíola Cidral.

Vídeos