PUBLICIDADE
Topo

Após aprovação de relatório, CPI faz 1 minuto de silêncio em respeito aos mortos pela covid

26/10/2021 21h00

Com mudanças de última hora, a CPI da Covid aprovou hoje o relatório final de Renan Calheiros, que sugere o indiciamento de 78 pessoas, entre os quais o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e mais duas empresas por crimes cometidos durante a condução da pandemia da covid-19 no Brasil. Depois da aprovação, os senadores prestaram homenagem aos mais de 600 mil mortos pela doença no país e fizeram um momento de silêncio.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.