PUBLICIDADE
Topo

Justiça cede liberdade provisória a jovem preso em SP

23/08/2017 16h05

O vendedor de loja de roupas Jonathan de Araújo Sousa, 18, foi para casa, na tarde desta quarta-feira (23), após a Justiça de São Paulo entender que não há provas o suficiente sobre o crime que policiais militares o acusam de ter cometido - o roubo de uma moto. Conforme o UOL revelou, a polícia investiga se o jovem foi baleado por um PM e preso por engano em 9 de julho deste ano.

PUBLICIDADE