Topo

Vídeos


Lava Jato usou prisão provisória como instrumento de tortura, diz Gilmar

UOL Notícias

02/10/2019 17h31

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse hoje durante julgamento no plenário da Corte que a Operação Lava Jato usava prisões provisórias --ou seja, sem condenação definitiva-- como "instrumento de tortura". Citando as mensagens reveladas pelo site The Intercept e outros veículos de imprensa, como o UOL, Gilmar ainda associou a prática ao ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e ao procurador Deltan Dallagnol. Foi mais uma declaração de Gilmar contra os métodos utilizados nos processos da Lava Jato em Curitiba, desta vez durante um julgamento que pode afetar diretamente a operação --o STF decide em que condições os réus delatados poderão falar depois de delatores em processos criminais. A depender da decisão, em tese, sentenças decorrentes da Lava Jato poderão ser anuladas. O julgamento continua amanhã. Leia mais

Vídeos