Topo

Poucas


Poucas: "Voto obrigatório é um negócio meio perigoso", diz Maurício Ricardo

UOL Entretenimento

25/11/2019 14h18

No "Poucas" desta semana, Cauê Moura recebeu o chargista Maurício Ricardo. No papo, a dupla discutiu o alto número de abstenções nas eleições presidenciais de 2018, quando mais de 31 milhões de pessoas não compareceram às urnas no segundo turno. Para Ricardo, não votar se tornou a opção mais sensata nesta etapa depois de levar em consideração os dois candidatos da disputa, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). "Não é o voto que te define como cidadão. E, às vezes, não votar é um gesto de humildade", defende o chargista. Ele também argumenta que o voto obrigatório "é um negócio meio perigoso". Assista e entenda.

Poucas