PUBLICIDADE
Topo

Brasil registra 1.223 óbitos em 24h, segundo Ministério da Saúde

08/07/2020 21h38

O Facebook desarticulou nesta quarta-feira (8) uma rede de contas, páginas e grupos na rede social e no Instagram de funcionários de gabinete do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), além de envolvidos com o PSL, partido pelo qual o presidente se elegeu. As remoções ocorreram porque estas páginas empregavam ações vetadas pela plataforma, como o uso de contas falsas, envio de spam ou adoção de ferramentas artificiais para ampliar a presença online

Vídeos