Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2014/04/14/ocupacao-em-sc-e-comandada-por-garcons-e-cozinheiros-de-praias-badaladas.htm
  • totalImagens: 15
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140414100809
    • Florianópolis [5104]; Santa Catarina [5101];
    • Ocupação [32965];
Fotos

13.abr.2014 - Juvenal da Silva, 43, toma mate no portão da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis. Sua mulher é cozinheira num restaurante da praia da Joaquina. As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da ocupação Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - O assentamento Ocupação Amarildo, em Florianópolis, também tem entre seus apoiadores 50 índios caingangues, vindos do Rio Grande do Sul, além de universitários, agricultores, operários, carpinteiros e biscateiros. A Justiça de Santa Catarina determinou o despejo deles na próxima terça-feira (15), com reintegração de posse ao suposto proprietário, o ex-deputado estadual da extinta Arena Artêmio Paludo, 82 anos. Os assentados alegam que a terra é da União Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis. Juvenal da Silva, 43, abre o portão da ocupação Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - Juvenal da Silva, 43, toma mate no portão da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis. Sua mulher é cozinheira num restaurante da praia da Joaquina. As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da ocupação Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - Beatriz (à esq.), 25, é copeira no hotel de luxo Costão do Santinho e mora com o marido (à dir.) e dois filhos num quarto e sala onde paga R$ 800. Ela quer "uma casinha para minha família" - o marido e os filhos estão fora do acampamento. As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - Rui Fernando é o líder da Ocupação Amarildo. O assentamento também tem entre seus apoiadores 50 índios caingangues, vindos do Rio Grande do Sul, além de universitários, agricultores, operários, carpinteiros e biscateiros. A Justiça de Santa Catarina determinou o despejo deles na próxima terça-feira (15), com reintegração de posse ao suposto proprietário, o ex-deputado estadual da extinta Arena Artêmio Paludo, 82 anos. Os assentados alegam que a terra é da União Renan Antunes de Oliveira Mais

13.abr.2014 - As famílias dos garçons, dos cozinheiros e dos faxineiros dos restaurantes das melhores praias da ilha de Santa Catarina formam o núcleo principal dos 700 acampados (número deles), ou 350 (na versão da Polícia Militar), da Ocupação Amarildo, no norte de Florianópolis Renan Antunes de Oliveira Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As famílias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Os grupos foram separados pela tropa de choque da PM. O local invadido é próximo a um campo de golfe de um resort. Os invasores são os mesmos da chamada ocupação Amarildo. As famílias cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar Renan Antunes/UOL Mais

21.abr.2014 - As cerca de 100 familias de invasores das terras da União no bairro Rio Vermelho, ocupada sábado (19), em Florianópolis, enfrentaram 24 horas de hostilidade de um grupo de moradores da região. Elas cederam à pressão e concordaram com as autoridades em deixar o lugar onde estavam, voltando para Maciambu, em Palhoça. Durante a tarde, moradores atacaram os sem-terra com rojões e pedradas. Três pessoas ficaram feridas e uma pessoa foi presa Guto Kuerten/Agência RBS/Agência O Globo Mais

Ocupação Amarildo, em Santa Catarina

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos