Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/03/22/homenagens-pelo-mundo-as-vitimas-dos-atentados-em-bruxelas-na-belgica.htm
  • totalImagens: 42
  • fotoInicial: 41
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160322164155
    • Bruxelas [5199]; Bélgica [5204]; Atentado em Bruxelas - 22/3 [77633];
Fotos

22.mar.2016 - Pessoas começam a escrever no chão de praça em Bruxelas mensagens de apoio e solidariedade às vítimas dos ataques terroristas coordenados na capital da Bélgica Reprodução/Twitter/@FabreThomas Mais

22.mar.2016 - Homem presta homenagem às vítimas de atentados terroristas em praça de Bruxelas, na Bélgica. O grupo jihadista Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados que deixaram mais 30 mortos e cerca de cem feridos Geert Vanden Wijngaert/ AP Mais

22.mar.2016 - Torre Eiffel, em Paris, na França, é iluminada com as cores da bandeira da Bélgica, em homenagem às vítimas dos atentados terroristas em Bruxelas. Mais de 30 pessoas morreram e cerca de cem ficaram feridas após três explosões no aeroporto e metrô Lionel Bonaventure/ AFP Mais

22.mar.2016 - Iluminado de preto, amarelo e vermelho, cores da bandeira belga, o tribunal de Lyon, na França, faz homenagem às vítimas do atentado terrorista em Bruxelas. Após as três explosões, duas no aeroporto e uma no metrô, o premiê belga Charles Michel afirmou: "aconteceu o que temíamos. Fomos vítimas de ataques cegos" Robert Pratta/ Reuters Mais

22.mar.2016 - Alemães tiram fotos em frente ao Portão de Brandemburgo, em Berlim, que foi iluminado com as cores da bandeira da Bélgica após atentado terrorista matar mais de 30 pessoas em Bruxelas Oss Andersen/ AFP Mais

22.mar.2016 - A Fontana di Trevi, ponto turístico de Roma, na Itália, é iluminada com as cores da bandeira da Bélgica após atentado terrorista matar mais de 30 pessoas em Bruxelas Stefano Rellandini/ Reuters Mais

22.mar.2016 - Grupo faz cartazes e acende velas em homenagem às vítimas do ataque triplo em Bruxelas, na Bélgica, em frente a bolsa de valores. A Procuradoria da Bélgica confirmou que foram atentados coordenados as três explosões registradas por volta das 8h15 (4h15 de Brasília) -- duas no aeroporto internacional da capital, perto dos balcões de check-in no terminal de embarque, e outra na estação de metrô de Maalbeek, localizada próxima a edifícios da União Europeia Kenzo Tribouillard/ AFP Mais

22.mar.2016 - Pessoas trazem flores e velas para homenagear as mais de 30 vítimas do atentado terrorista que aconteceu no aeroporto e no metrô de Bruxelas, na Bélgica. O grupo jihadista Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados. "Combatentes do EI realizaram uma série de atentados com cintos explosivos e dispositivos na terça-feira, alvejando um aeroporto e uma estação de metrô central na capital belga, Bruxelas", dizia o comunicado do grupo Martin Meissner/ AP Mais

22.mar.2016 - Grupo segura faixas com os dizeres "Somos todos Bruxelas" em homenagem às vítimas do atentado triplo que aconteceu na capital belga. Foi criado um memorial improvisado em frente à bolsa de valores, na Place de la Bourse, onde belgas colocaram velas e mensagens de paz e amor Kenzo Tribouillard/ AFP Mais

22.mar.2016 - Em Bruxelas, na Bélgica, pessoas dão as mãos durante homenagem às vítimas do atentado terrorista no aeroporto e no metrô da capital. Mais de 30 pessoas morreram nos ataques coordenados. Além das vítimas fatais, cerca de 100 pessoas ficaram feridas Kenzo Tribouillard/ AFP Mais

22.mar.2016 - Em Paris, na França, um multidão se reúne em frente ao hotel De Ville em solidariedade aos belgas, após atentado terrorista que matou mais de 30 pessoas em Bruxelas Martin Bureau/ AFP Mais

22.mar.2016 - Menino se enrola em uma bandeira da Bélgica e passeia pelo Torre Eiffel, em Paris, na França, em homenagem às vítimas que morreram durante atentado com três explosões que aconteceu em Bruxelas Lionel Bonaventure/ AFP Mais

22.mar.2016 - Militares ucranianos seguram tochas em frente de coroas de flores que foram colocadas na embaixada belga em Kiev, na Ucrânia, após o atentado em que ao menos uma das três explosões foi provocada por um homem-bomba Anatolii Stepanov/ AFP Mais

22.mar.2016 - Em Bruxelas, na Bélgica, amigas se abraçam durante homenagem às vítimas do atentado terrorista no aeroporto e no metrô da capital. Mais de 30 pessoas morreram nos ataques coordenados. Além das vítimas fatais, cerca de 100 pessoas ficaram feridas Kenzo Tribouillard/ AFP Mais

22.mar.2016 - A bandeira belga foi reproduzida nas paredes do Campidoglio, em Roma, na Itália, para mostrar a solidariedade com a população da Bélgica após atentado terrorista que matou mais de 30 pessoas e deixou cerca de 100 feridos Filippo Monteforte/ AFP Mais

22.mar.2016 - Um parisiense acende uma vela ao lado de bandeira da Bélgica na praça de La Republique, em Paris, na França. O local está sendo usado como palco de homenagem aos mortos no ataque terrorista executado pelo grupo Estado Islâmico Philippe Wojazer/ Reuters Mais

22.mar.2016 - Mulher chora durante homenagem às vítimas dos três ataques à bomba que o grupo jihadista Estado Islâmico executou em Bruxelas, na Bélgica Aurore Belot/ Belga/ AFP Mais

22.mar.2016 - Mulher monta um coração com velas vermelhas durante série de homenagens às vítimas dos três ataques à bomba que o grupo jihadista Estado Islâmico executou em Bruxelas, na Bélgica Aurore Belot/ Belga/ AFP Mais

22.mar.2016 - A Câmara Municipal de Belgrado, na Sérvia, é iluminada com as cores da bandeira da Bélgica em homenagem às vítimas do atentado terrorista que matou mais de 30 pessoas em Bruxelas Oksana Toskic/ AFP Mais

22.mar.2016 - Após ataques à bomba matarem mais de 30 pessoas em Bruxelas, na Bélgica, grupo se reúne na praça La Bourse, na capital belga, para homenagear as vítimas do atentado terrorista Martin Meissner/ AP Mais

22.mar.2016 - Moradores de Washington, nos EUA, colocam flores e velas na embaixada da Bélgica após ataques à bomba matarem mais de 30 pessoas em Bruxelas Paul J. Richards/ AFP Mais

23.mar.2016 - O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, o rei da Bélgica, Filipe, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, a rainha consorte Matilde e o primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, entre outras autoridades, fazem um minuto de silêncio pelas vítimas dos ataques terroristas em Bruxelas, sede da União Europeia. Segundo Kristalina Georgieva, vice-presidente da Comissão Europeia, três funcionários da entidade ficaram feridos nos ataques. Mais de 30 pessoas morreram após as explosões no aeroporto e no metrô da capital belga Thierry Charlier/AFP Mais

23.mar.2016 - Funcionários da Comissão Europeia se emocionam segurando a bandeira da União Europeia e da Bélgica durante homenagem oficial às vítimas de ataques em Bruxelas. Segundo Kristalina Georgieva, vice-presidente da Comissão Europeia, três funcionários da entidade ficaram feridos nos ataques. Mais de 30 pessoas morreram após as explosões no aeroporto e no metrô da capital belga Emmanuel Dunand/AFP Mais

23.mar.2016 - Autoridades europeias levam flores para a entrada da estação de metrô Maalbeek, em Bruxelas, um dos alvos dos atentados terroristas que deixaram mais de 30 mortos na capital belga. O país também se mobilizou e fez um minuto de silêncio pelas vítimas. Participaram da homenagem na estação de metrô o primeiro-ministro francês Manuel Valls, o primeiro-ministro belga Charles Michel, o presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker e a alta representante da UE para política externa Federica Mogherini Thierry Roge/Belga/AFP Mais

23.mar.2016 - População lota praça em Bruxelas para prestar tributo às vítimas dos ataques terroristas que atingiram a capital belga. Autoridades europeias também prestaram homenagens e depositaram flores na porta da estação de metrô Maalbeek, um dos alvos do atentado e o local que teve mais vítimas fatais. Mais de 30 pessoas morreram nos ataques e há registros de centenas de feridos Aurore Belot/Belga/AFP Mais

23.mar.2016 - Um dia depois dos atentados terroristas em Bruxelas, cartaz questiona em inglês, francês e alemão "Por quê?" do lado de fora da estação Maalbeek, um dos alvos do Estado Islâmico Martin Meissner/AP Mais

23.mar.2016 - Mulheres prestam homenagem em memorial improvisado em Bruxelas um dia depois do ataque terrorista cuja responsabilidade foi reivindicada pelo grupo Estado Islâmico. Líderes mundiais condenaram a carnificina e prometeram combater o terrorismo AFP/Kenzo Tribouillard Mais

23.mar.2016 - Bandeira do Brasil é vista entre homenagens às vítimas dos atentados em Bruxelas. A Praça da Bolsa, na região central da capital belga, virou um centro de peregrinação onde as pessoas escrevem mensagens e depositam objetos em solidariedade às vítimas do terrorismo. Nesta semana, a capital belga e sede da União Européia foi alvo de dois ataques terroristas coordenados que deixaram mais de 30 mortos e cerca de 300 feridos Aurore Belot/Belga/AFP Mais

24.mar.2016 - Garoto escreve com giz "Pare ISIS" (sigla em inglês para o grupo Estado Islâmico) em muro da Praça da Bolsa, no centro de Bruxelas. Além das mensagens, o muro foi enfeitado com borboletas brancas de papel em homenagem às vítimas do terrorismo. Nesta semana, a capital belga e sede da União Européia foi alvo de dois ataques terroristas coordenados que deixaram mais de 30 mortos e cerca de 300 feridos Patrik Stollarz/AFP Mais

24.mar.2016 - Casal observa mensagem em inglês que diz "Amem uns aos outros" deixada no muro da Praça da Bolsa, na região central de Bruxelas. O local virou foco de homenagens escritas nos muros e no chão, além de ter sido enfeitado com borboletas de papel brancas simbolizando a paz. Nesta semana, a capital belga e sede da União Européia foi alvo de dois ataques terroristas coordenados que deixaram mais de 30 mortos e cerca de 300 feridos Patrik Stollarz/AFP Mais

25.mar.2016 - Mais de mil pessoas se reúnem na praça la Bourse, em Bruxelas, para prestar homenagem às vítimas do atentado terrorista que matou mais de 30 pessoas com explosões no metrô e aeroporto da cidade Aurore Belot/ AFP Mais

25.mar.2016 - Velas e bandeiras da Bélgica são colocadas na praça de la Bourse como homenagem aos mortos nos ataques à bomba que aconteceram no aeroporto internacional e no metrô de Bruxelas Francois Lenoir/ Reuters Mais

25.mar.2016 - Mais de mil pessoas participam de um encontro em Bruxelas, na Bélgica, para lembrar às vítimas do atentado terrotista desta semana, no qual mais de 30 pessoas morreram e outras 300 ficaram feridas Christian Hartmann/ Reuters Mais

25.mar.2016 - Dupla acende velas na praça la Bourse, em Bruxelas, para prestar homenagem às vítimas do atentado terrorista que matou mais de 30 pessoas com explosões no metrô e aeroporto da cidade Christian Hartmann/ Reuters Mais

27.mar.2016 - Uma mulher escreve mensagem com giz na parede da bolsa de valores de Bruxelas, na Bélgica. O local se tornou um memorial às vítimas mortas no atentado terrorista que explodiu bombas no metrô e no aeroporto internacional da cidade Nicolas Maeterlinck/ AFP Mais

27.mar.2016 - Duas mulheres leem as mensagens de solidariedade e as flores colocadas na praça de la Bourse, em Bruxelas, na Bélgica. Após os atentados que mataram ao menos 30 pessoas, a cidade segue com segurança reforçada Geert Vanden Wijngaert/ AP Mais

27.mar.2016 - Um homem pede ajuda de criança para acender uma vela em homenagem aos mortos nos ataques com bomba em Bruxelas, na Bélgica. Após os atentados que mataram ao menos 30 pessoas, a cidade segue com segurança reforçada Geert Vanden Wijngaert Mais

27.mar.2016 - Mais de cem radicais de extrema-direita provocaram um tumulto durante uma manifestação pacífica contra o terrorismo em frente à Bolsa de Bruxelas, após o duplo atentado que abalou a capital da Bélgica. Os agentes antidistúrbios tiveram que intervir para ajudar a esvaziar a praça em frente à bolsa após a chegada dos radicais, que fizeram até saudações nazistas. Foi necessário utilizar canhões de água para dispersar os extremistas, que também entoavam palavras de ordem contra os imigrantes no país Yves Herman/ Reuters Mais

27.mar.2016 - A polícia de choque belga protege região que foi usada como memorial improvisado às vítimas do atentado terrorista em Bruxelas quando mais de cem radicais de extrema direita provocaram um tumulto durante uma manifestação pacífica contra o terrorismo Patrik Stollarz/ AFP Mais

27.mar.2016 - Mais de cem radicais de extrema-direita provocaram um tumulto durante uma manifestação pacífica contra o terrorismo em frente à Bolsa de Bruxelas, após o duplo atentado que abalou a capital da Bélgica. Os agentes antidistúrbios tiveram que intervir para ajudar a esvaziar a praça em frente à bolsa após a chegada dos radicais, que fizeram até saudações nazistas. Foi necessário utilizar canhões de água para dispersar os extremistas, que também entoavam palavras de ordem contra os imigrantes no país Kristof Van Accom/ AFP Mais

28.mar.2016 - Belgas visitam memorial feito em homenagem aos mortos no dia 22 de março, durante ataques à bomba no metrô e aeroporto de Bruxelas, Bélgica Yves Herman/ Reuters Mais

28.mar.2016 - Funcionários do aeroporto de Bruxelas e da polícia seguram velas durante culto ecumênico em homenagem às vítimas do atentado terrorista que aconteceu na capital belga no dia 22 de março. A ministra da Saúde, Maggie de Block, afirmou que quatro feridos que estavam internados após o ataque não resistiram e morreram no hospital Alastair Grant/ AP Mais

Homenagens pelo mundo às vítimas dos atentados em Bruxelas, na Bélgica

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos