Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/06/12/vitimas-de-massacre-em-boate-gay-em-orlando-sao-identificadas.htm
  • totalImagens: 49
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160612195029
    • Orlando [19065]; Flórida [5306]; EUA [5300];
    • Massacre [28665]; Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais [76465]; Aplicativo notícias [55626]; Internacional [35978];
Fotos

O técnico de farmácia Stanley Manolo Almodovar 3º, 23, está entre as primeiras das 50 vítimas identificadas que tiveram seus nomes divulgados pela Prefeitura de Orlando (EUA). Stanley estava na boate gay Pulse, na Flórida, quando Omar Mateen, 29, abriu fogo no local matando 50 pessoas e deixando 53 feridas, no pior massacre da história dos Estados Unidos Reprodução/Facebook Mais

Edward Sotomayor Jr., 34, é uma das vítimas do massacre na boate gay Pulse, em Orlando, Flórida (EUA). Ele era gerente de marca de uma agência de viagens especializada em destinos gayfriendly, chamada AlandChuckTravel - de acordo com sua página no Facebook. Ele era de Sarasota, Flórida, mas viveu anteriormente na República Dominicana Reprodução/Facebook Mais

O porto-riquenho Eric Ivan Ortiz-Rivera, 36, foi uma das 50 pessoas mortas no massacre na boate gay Pulse, em Orlando, Flórida (EUA). Ele morava em Miami Reprodução/Facebook Mais

Luis Vielma, 22, foi uma das vítimas do massacre na boate Pulse, na Flórida (EUA). Ele era estudante da Seminole State College e trabalhava nos estúdios da Universal, em Orlando, como produtor assistente. Ele havia postado fotos com amigos na Disneylândia horas antes do massacre, com a seguinte legenda "Verdadeiros amigos que se tornam família" Reprodução/Facebook Mais

Kimberly Morris, 37, trabalhava na boate Pulse como uma espécie de segurança, de acordo com relatos de amigos nas redes sociais Reprodução/Facebook Mais

Peter O. Gonzalez-Cruz, 22, morreu durante o ataque à boate Pulse, na Flórida. Segundo a polícia, 50 pessoas morreram, mas o total de mortos ainda pode subir, com pelo menos 53 feridos levados ao hospital, muitos deles em estado grave Reprodução/Facebook Mais

Juan Ramon Guerrero, 22, foi identificado como um dos mortos na boate gay Pulse, na Flórida. Segundo o relato de seu primo, Robert Guerrero, à "Local News 10", a vítima estudava na Universidade Central da Flórida e trabalhava com telemarketing Reprodução/Instagram Mais

Luis Omar Ocasio-Capo, 20, uma das vítimas do massacre a boate em Orlando. De acordo com relatos nas redes sociais, Ocasio-Capo era um dançarino e demonstrou solidariedade em seu perfil no Facebook pelas vítimas dos ataques terroristas na França, no ano passado Reprodução/Facebook Mais

O contador Eddie Jamoldroy Justice, 30, está entre os 50 mortos no massacre ocorrido na madrugada do domingo na boate gay Pulse, em Orlando, Flórida (EUA). Antes de morrer, ele escreveu para a mãe Mina Justice dizendo que estavam atirando no local, para que ela chamassea polícia. "Ele está vindo, eu vou morrer", escreveu na mensagem Reprodução/Facebook Mais

Darryl "DJ" Roman Burt II, 29, morreu durante o massacre ocorrido na boate gay Pulse na madrugada do domingo, em Orlando, Florida (EUA). Ele era de Jacksonville, uma das cidades mais populosas da Flórida Reprodução/Facebook Mais

Christopher Joseph Sanfeliz, 24, é uma das vítimas do massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA) Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Jonathan Antonio Camuy Vega, 24, é uma das vítimas do massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele havia se mudado para a Flórida para trabalhar em uma rede espanhola de televisão, onde era produtor de uma competição infantil popular, conhecida como La Voz Kids Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Jean Carlos Mendez Perez, 35, foi morto no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Nascido em Porto Rico, ele trabalhava em uma loja no Orlando Vineland Premium Outlets. Ele estava com o amigo Luis Daniel Wilson-Leon na boate. Os dois morreram Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Luis Daniel Wilson-Leon, 37, foi morto no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele cresceu em Porto Rico e estava na boate com o amigo Jean Carlos Mendez Perez, que também foi morto pelo atirador Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Amanda Alvear, 25, foi morta no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ela era estudante de enfermagem na Universidade da Flórida do Sul. Foi ela quem postou um vídeo no Snapchat com suas amigas que mostra o momento em que Omar Mateen, 29, começa a abrir fogo dentro da boate Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Mercedez Marisol Flores, 26, está entre os mortos no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ela era amiga de Amanda Alvear, que também morreu no ataque. Mercedez cresceu no Queens, em Nova York, e foi para Orlando estudar na Faculdade Comunitária de Valencia Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Xavier Emmanuel Serrano Rosado, 35, é uma das vítimas do massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele trabalhava na Disney Live! Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Franky Jimmy De Jesus Velazquez, 50, foi morto no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele era de Porto Rico e viajava o mundo como um bailarino profissional de jíbaro, uma dança folclórica porto-riquenha. Velazquez estava na boate com amigos que presenciaram o momento em que o atirador Omar Mateen, 29, o empurrou contra uma parede. Eles conseguiram escapar, mas não viram mais Velazquez Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Martin Benitez Torres, 33, foi morto no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele era de San Juan, Porto Rico, e havia chegado a Orlando recentemente para visitar a família. Horas antes de ser morto na boate, Torres aparecia em vídeos postados na sua página no Facebook comentando o quanto Orlando lhe parecia bonita Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Anthony Luis Laureano Disla, 25, foi morto no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele era professor graduado pela Universidade do Sagrado Coração, em San Juan, Porto Rico Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Oscar A. Aracena-Montero, 26, está entre os mortos no massacre que aconteceu na boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele tinha voltado de uma viagem de férias, na qual visitou Nova York (EUA) e Canadá, um dia antes de ir à boate Pulse Reprodução/Facebook/Reuters Mais

Miguel Angel Honorato, 30, também está entre as vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando, nos Estados Unidos. Ele estava na casa noturna com outros três amigos. Miguel tinha esposa e três filhos. Um de seus oito irmãos, Jose, contou à mídia local que ele possuía um restaurante mexicano com os pais Reprodução/Facebook Mais

Enrique L Rios Jr., 25, morava em Nova York e estava em Orlando de férias. A mãe dele, Gertrude, está organizando uma vaquinha online para conseguir trazer o corpo do filho de volta à cidade. Enrique havia se formado em serviço social e trabalhava na área Reprodução/Facebook Mais

Deonka Deidra Drayton, 32, era conhecida pelos amigos e pela família como Dee Dee. Ela trabalhava na boate Pulse, de acordo com sua tia Patricia Drayton Reprodução/Facebook Mais

Gilberto Ramon Silva Menendez, 25, foi uma das vítimas do massacre na boate Pulse em Orlando, na Flórida. Ele havia ido ao local com seu melhor amigo, Peter Cruz, que também morreu na madrugada deste domingo. Ele trabalhava numa loja de conveniência Reprodução/Facebook Mais

Simon Adrian Carrillo Fernandez, 31, também foi uma das vítimas fatais do massacre que ocorreu na madrugada do último domingo em Orlando, na Flórida. Cerca de 50 pessoas foram mortas dentro da boate Pulse Reprodução/Facebook Mais

Javier Jorge-Reyes, 40, trabalhava como supervisor numa loja da Gucci, em Orlando. Ele cresceu em Guayama, no Porto Rico, e estudou na Universidade do Sagrado Coração Reprodução/Facebook Mais

Jason Benjamin Josaphat, 19, também foi uma das vítimas do massacre numa casa noturna na Flórida (EUA). Ele morava em Orlando, local do tiroteio, e é lembrado por amigos e pela família como "jovem e talentoso". Ele estudava ciências da computação Reprodução/Facebook Mais

Cory James Connell, 21, estava na boate Pulse com a sua namorada. Ela também foi atingida pelos tiros, mas está se recuperando em um hospital local, de acordo com membros da família. Cory trabalhava numa empresa de transporte e estudava jornalismo esportivo na Valencia Community College, uma faculdade de Orlando (EUA) Reprodução/Facebook Mais

Juan P. Rivera Velazquez, 37, estava na boate Pulse com Luis Conde, que também foi morto após o tiroteio. Ele nasceu na cidade de Barceloneta, em Porto Rico, e morava em Orlando. Juan era dono de um salão de beleza Reprodução/Facebook Mais

Shane Evan Tomlinson, 33, era o vocalista de uma banda local chamada Frequency. De acordo com o Twitter oficial do grupo, eles se apresentaram no Blue Martini Lounge às 20h, algumas horas antes do tiroteio na boate Pulse. Shane estudou na East Carolina University, no Estado norte-americano da Carolina do Norte. Ele havia se mudado para Orlando há quatro anos Reprodução/Facebook Mais

Leroy Valentin Fernandez, 25, nasceu em Ponce, em Porto Rico. Ele morava em Orlando e trabalhava como agente de locação num complexo de apartamentos Reprodução/Facebook Mais

Tevin Eugene Crosby, 25, nasceu na cidade de Statesville, no Estado da Carolina do Norte. Ele estudou na Strayer University South e trabalhava como gerente de vendas Reprodução/Facebook Mais

Rodolfo Ayala-Ayala, 33, foi uma das vítimas do massacre na boate Pulse, em Orlando (EUA). Ele nasceu em San German, em Porto Rico, e morava em Kissimmee, na Flórida. Ele trabalhava como assistente no banco de sangue do Estado norte-americano Reprodução/Facebook Mais

Brenda Lee Marquez McCool, 49, era de Nova York, nos Estados Unidos. Ela estava na boate Pulse, em Orlando, com seu filho e sua sobrinha, que conseguiram sobreviver. Brenda havia postado em um vídeo no local em sua rede social duas horas antes do atentado Reprodução/Facebook Mais

Christopher Andrew Leinonen, 32, foi à boate com o namorado Juan Guerrere, que também foi morto durante o massacre na boate Pulse em Orlando, nos Estados Unidos. Drew, como era conhecido, nasceu em Detroit, mas morava na cidade da Flórida Reprodução/Facebook Mais

Angel L. Candelario-Padro, 28, era técnico oftálmico no Instituto de Retina da Flórida. Ele nasceu em Guanica, no Porto Rico e morou em Chicago até 2014, quando decidiu se mudar para Orlando. Ele também administrava aulas de zumba Reprodução/Facebook Mais

Akyra Monet Murray, 18, se formou recentemente no último ano do ensino médio pela West Catholic Prep, na cidade de Filadélfia (EUA). Ela era uma exímia jogadora de basquete Reprodução/Facebook Mais

Juan Chevez-Martinez, 25, trabalhava num resorte em Davenport, na Flórida. Segundo o site Orlando Sentinel, uma camareira do local afirmou que Juan era "muito doce e querido" Reprodução/Facebook Mais

Jerald Arthur Wright, 31, também é uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando, na Flórida. Ele trabalhava no Walt Disney World. Ele foi à boate para celebrar o aniversário de um amigo Reprodução/Facebook Mais

Jean C. Nives Rodriguez, 27, também é uma das vítimas do massacre da boate Pulse em Orlando, na Flórida Reprodução/Facebook Mais

Frank Hernandez tinha 27 anos e foi uma das vítimas do massacre de Orlando (EUA). Ele tinha tatuada no seu braço direito a frase "amor não tem gênero". Ele havia se mudado há três anos de Lousiana para a cidade da Flórida Reprodução/Facebook Mais

Joel Rayon Paniagua, 32, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). Ele nasceu no México e trabalhava no ramo das construções. Segundo amigos, ele adorava dançar Reprodução/Facebook Mais

Yilmary Rodriguez Solivan, 24, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). Yilmary era mãe de dois filho, e um deles tem apenas três meses. A vítima estava com um amigo, Jonathan Antonio Camuy Vega, que morreu ao tentar protegê-la Reprodução/ Facebook Mais

Paul Terrell Henry, 41, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). Conhecidos de Paul afirmam que ele era um homem muito próximo da família, inclusive de seus dois filhos. Sua filha, Alexia, se formou na escola recentemente Reprodução/ Facebook Mais

Antonio Davon Brown, 29, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). Brown entrou para o Exército dos Estados Unidos em 2008, logo após terminar a escola, e participou de ações no Kuwait Reprodução/ Facebook Mais

Luis Daniel Conde, 39, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). Ele estava acompanhado por seu amigo de infância e sócio, Juan Pablo Riviera Velasquez, com quem tinha um salão de beleza. Juan também morreu no tiroteio Reprodução/ Facebook Mais

Geraldo A. Ortiz-Jimenez, 25, foi uma das vítimas do massacre da boate Pulse, em Orlando (EUA). O jovem morava em Porto Rico e viajou para Orlando para assistir um show da cantora Selena Gomez Reprodução/ Facebook Mais

Alejandro Barrios Martinez foi uma das vítimas mais jovens do massacre na boate Pulse, em Orlando, na Flórida (EUA). Ele tinha apenas 21 anos. Ele nasceu em Cuba e havia se mudado para a cidade norte-americana recentemente Reprodução/Facebook Mais

Vítimas de massacre em boate gay em Orlando são identificadas

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos