Topo

CarnaUOL

Anderson Baltar


Embalada pela mística das ruas, Beija-Flor lança enredo para 2020

Cid Carvalho e Alexandre Louzada - Eduardo Hollanda/Divulgação
Cid Carvalho e Alexandre Louzada Imagem: Eduardo Hollanda/Divulgação
Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

11/06/2019 15h19

Em evento fechado para a imprensa e seus compositores, a Beija-Flor de Nilópolis lançou, na noite de ontem, o enredo para o Carnaval 2020. Disposta a se recuperar da 11ª colocação no último desfile, a azul e branca irá apresentar o tema "Se essa rua fosse minha", que será desenvolvido pelos carnavalescos Cid Carvalho e Alexandre Louzada.

Com uma proposta de fazer um desfile alegre e poético, a Beija-Flor irá apresentar a trajetória do ser humano dentro da perspectiva das ruas, desde os tempos mais primitivos. Como Louzada explicou aos compositores, a narrativa seguirá, de forma cronológica, mostrará a evolução do homem e de seu caminhar, ao conquistar novos territórios e criar civilizações.

Na narrativa nilopolitana, milênios de história serão abordados, desde a travessia do estreito de Bhering pelo homem de Cro-Magnon, passando pela invenção da roda, o surgimento das rotas entre as antigas civilizações, as grandes navegações, a colonização da América e a descoberta dos caminhos dos povos andinos, entradas e bandeiras e o surgimento da Estrada Real, que levava o ouro das Minas Gerais até o litoral.

O enredo também destaca as ruas como palco da fé e de manifestações religiosas, homenageia ruas famosas de todo o mundo e propõe uma viagem por caminhos imaginários e que instigam a mente humana, como o labirinto de Creta e o pote de ouro ao final do arco-íris. O fechamento do desfile fará uma homenagem à rua mais famosa do Carnaval, a Marquês de Sapucaí.

A ideia do enredo foi de Louzada. Vindo da Mocidade Independente, ele volta à Beija-Flor após nove anos de afastamento e acredita que o tema atende à característica da escola. "A ideia surgiu de uma conversa com o Gabriel Haddad, atualmente carnavalesco da Grande Rio, e que era meu assistente. Brincando, criei os conceitos e pensei em qual escola esse enredo caberia. Assim que acertei minha vinda para cá, pensei que ele tinha tudo a ver com a Beija-Flor, que é uma escola muito calçada no lúdico e na emoção", explica o carnavalesco, que acrescenta que haviam outras possibilidades de enredo, com patrocínio. "Acho que encontramos o tema certo para recolocar a Beija-Flor em seu lugar", acredita Louzada.

Cid Carvalho, que tinha uma proposta própria de enredo, abraçou a ideia de Louzada. "O tema me emocionou e firmamos uma parceria ótima. Estamos experientes demais para termos vaidade. Entre nós há um respeito e confiança imensos e estamos descobrindo uma grande afinidade. O importante é criarmos um belo Carnaval para a Beija-Flor", aponta.

Os dois artistas, que farão o primeiro desfile da Beija-Flor desde 1998 sem a presença de uma Comissão de Carnaval, já estão com o trabalho de vento em popa. Grande parte das fantasias e das alegorias já estão desenhadas. Agora, o trabalho está com os compositores. Os sambas-enredos concorrentes serão inscritos no dia 29 de julho e a disputa de samba terá início em 15 de agosto. A final está marcada para 10 de outubro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor