Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/ciencia/album/2013/09/02/imagens-do-mes-setembro2013.htm
  • totalImagens: 81
  • fotoInicial: 79
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130902113312
    • Ciência [45097];
Fotos

O telescópio espacial Herschel captou uma nuvem de intensa formação estelar na nebulosa de Órion (centro da imagem): as novas estrelas aparecem como pontos amarelados no meio do gás e da poeira (vermelho e amarelo) ESA/Herschel/ Ph. André, V. Könyves, N. Schneider (CEA Saclay, France) for the Gould Belt survey Key Programme Mais

Parecida com uma lagarta cósmica, a protoestrela IRAS 20324+4057 está bem no início de sua evolução, começando a recolher material que a cerca para "crescer". Seu formato é causado pelos ventos fortes de uma estrela extremamente brilhante, que está a 15 anos-luz de distância do seu centro (a cabeça da lagarta) e emanando radiação ultravioleta, o que faz "esticar" o gás e a poeira da estrela embrionária. A IRAS fica na Constelação do Cisne, a 4.500 anos-luz de distância da Terra Nasa, ESA, the Hubble Heritage Team (STScI/AURA) and IPHAS Mais

No centro da Via Láctea existe um buraco negro com massa 4 milhões de vezes maior do que a do Sol. Conhecido como Sagitário-A*, o campo gravitacional, no entanto, não devora o gás das estrelas ao seu redor com muita eficiência: sua emissão de raios-x é muito pequena, cem milhões de vezes menor do que o esperado. Mas novo estudo liderado por Q.Daniel Wang, da Universidade de Massachusetts em Amherst (EUA), desvendou o mistério com ajuda do observatório orbital Chandra, da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). Só 1% da massa que é atraída pelo buraco negro realmente chega ao seu interior. Isso acontece porque a maioria do gás que gira ao redor do Sagittarius A* nunca chega a cair dentro dele, pois o material é ejetado pela própria energia que ele transmite às partículas X-ray: NASA/UMass/D.Wang et al., IR: NASA/STScI Mais

O paleontólogo Ascanio Rincón exibe o crânio de um gliptodonte encontrado na Venezuela, que tem 102 sítios com fósseis de animais pré-históricos. As prospecções de petróleo têm sido fundamentais para aumentar o acervo do país, pois as grandes poças de petróleo com água na superfície preservam exemplares por milhões de anos. Agora, sua equipe quer encontrar um fóssil humano na região Juan Barreto/AFP Mais

Astrônomos canadenses identificaram o troiano 2011 QF99 (circulado em verde) 'preso' à órbita de Urano por acaso, enquanto o grupo pesquisava imagens do Sistema Solar feitas nos dois últimos anos. A rocha de 3.000 km2 trafega "presa" à órbita do gigante, aparentando estar imóvel, devido à ação da gravidade do Sol em conjunto com a do planeta. Mas 2011 QF99 não será companheiro de Urano para sempre e deverá se "desprender" e deixará de trafegar em sincronia com o planeta em 700 mil anos Science/Alexandersen et al. 2013 Mais

Um asteroide descoberto em 2005 foi finalmente batizado este ano com o nome do artista chileno Alejandro Jodorowsky (foto). O "261690 Jodorowksy" tem um corpo rochoso de quase 5 quilômetros, gravita entre Marte e Júpiter, a 290 milhões de quilômetros de distância da Terra, e leva mais de cinco anos para dar uma volta completa no Sol Hector Guerrero/AFP Mais

Kelvin Li exibe o protótipo do "Dente Inteligente", que foi desenvolvido no laboratório do Departamento de Ciência Computacional e Engenharia da Informação, na Universidade Nacional de Taiwan, em Taipei. Com um centímetro, o sensor é encaixado no dente artificial com o objetivo de detectar os hábitos diários da pessoa, como mastigação, fumo, bebida, tosse ou excesso de comida. Ele também é capaz de detectar os movimentos da boca - os fios enviam informações aos pesquisadores. Veja mais órgãos feitos em laboratório: Pichi Chuang/Reuters Mais

Equipe da Universidade Wits, na África do Sul, apresentou o fóssil de um escorpião de 360 milhões de anos que habitou Gondwana, um supercontinente que se fragmentou durante o período Jurássico, há 160 milhões de anos - na imagem é possível ver o ferrão do animal. Batizada de "Gondwanascorpio emzantsiensis", a nova espécie descoberta é o animal terrestre mais antigo que já viveu no hemisfério Sul do planeta, segundo os pesquisadores Efe Mais

Grupo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, elaborou um modelo matemático para definir melhor o período em que os primeiros faraós surgiram no Egito Antigo, formando um Estado soberano e estável. O novo método, que combina cem novas medições em radiocarbono a antigas evidências arqueológicas, sugere que o Egito se formou muito mais rapidamente do que se pensava anteriormente: a ascensão do rei Aha, o primeiro dos oito soberanos dinásticos do Egito Antigo, ocorreu entre 3111 a.C. e 3045 a.C, com 68% de probabilidade - as estimativas anteriores não definiam um período e só apontavam que os faraós surgiram entre 4500 a.C e 2800 a.C. Acima, vista dos túmulos do Cemitério Real de Abydos, onde a primeira dinastia de governantes do Egito Antigo estão enterrados Michael Dee/Oxford Mais

Astrônomos da Universidade de Manchester, na Inglaterra, exploraram 130 nebulosas planetárias no centro da nossa galáxia e descobriram que as parecidas com ampulhetas e borboletas, as chamadas nebulosas planetárias bipolares, se alinham misteriosamente no céu. O resultado foi considerado surpreendente por conta das diferentes características e propriedades entre as nebulosas planetárias, que surgem ao redor de suas estrelas progenitoras - dos três tipos identificados com os telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês), apenas as nebulosas planetárias bipolares se comportam desse jeito. "Muitas destas 'borboletas fantasmagóricas' parecem ter os seus eixos maiores alinhados ao longo do plano da nossa galáxia. Para que se alinhem do modo que vemos, os sistemas estelares que formam as nebulosas teriam que rodar perpendicularmente às nuvens interestelares a partir das quais se formaram, o que é muito estranho", diz Bryan Rees. Acima, imagens de diferentes nebulosas planetárias bipolares estudadas pelo grupo ESO Mais

Pesquisadores estudaram uma espécie de morcego chamada de raposa-voadora ("Pteropus giganteus"), que é portador do vírus Nipah, que pode ser fatal em humanos, e descobriram cerca de 60 tipos diferentes de agentes patógenos (capazes de produzir uma doença), a maioria desconhecidos até então. Usando esse dado como base, o grupo fez uma projeção e chegou à cifra de 320 mil vírus ainda não detectados pela ciência que estão hospedados nos mamíferos Jonathan H. Epstein/EcoHealth Alliance Mais

A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) posicionou nesta quarta-feira (4) o foguete Minotauro 5 na base de Voo Wallops, na Virgínia (EUA), que vai lançar ao espaço a sonda Ladee (sigla em inglês para Explorador do Ambiente de Poeira e Atmosfera Lunar). O equipamento orbital foi desenvolvido para coletar dados da densidade e da composição da exosfera e das partículas de poeira que envolvem a Lua, para que os cientistas estudem o impacto da atividade humana nessa fina camada da atmosfera lunar. A decolagem está prevista para ocorrer na próxima sexta-feira (6) Nasa EDGE/Franklin Fitzgerald Mais

Equipe japonesa identificou uma superterra com atmosfera rica em água, algo que não existe no nosso Sistema Solar. Os astrônomos e os cientistas planetários chefiados por Norio Narita, do Observatório Astronômico Nacional do Japão, usaram o telescópio Subaru para observar o trânsito da superterra GJ 1214 b (em preto) - quando ela passa em frente a sua estrela, a Gliese 1214 (em azul), a 40 anos-luz da Terra - e entender mais de suas propriedades. Como não ocorreu um espalhamento da luz que seria esperado se sua atmosfera fosse rica em hidrogênio, o grupo concluiu que o exoplaneta tem grande presença de água NAOJ Mais

O robô Kirobo pronunciou suas primeiras palavras no espaço no dia 21 de agosto, divulgaram seus criadores nesta quinta-feira (5). O androide japonês foi enviado à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) para fazer companhia aos astronautas,demonstrando em que medida uma companhia pode dar apoio moral a pessoas isoladas durante longo período Kibo Robot/AFP Mais

Um garoto de dez anos encontrou um sarcófago com uma múmia no sótão da casa de seus avós, junto com outros artefatos egípcios, em Diepholz, na Alemanha. A primeira tomografia indicou que a peça era humana, mas novos exames revelaram que apenas a cabeça era de verdade: a múmia tinha ossos de plásticos. Segundo a promotoria que investigou o caso, uma substância metálica que cobria o esqueleto falso, provavelmente usado para aulas de anatomia, "enganou" o escâner Lutz Wolfgang Kettler/Efe Mais

A operadora de turismo espacial Virgin Galatic fez nesta nesta quinta-feira (5) o segundo teste supersônico da nave SpaceShipTwo sobre o deserto de Mojave, na Califórnia, nos Estados Unidos. A nave, que decolou por volta das 12h (no fuso de Brasília) e voou a 14 mil metros, completou todas as etapas de uma missão orbital, quebrando a barreira do som e usando o sistema de reentrada na atmosfera terrestre com sucesso. Além disso, quando acionou seu propulsor de foguete, a nave quebrou os recordes de altitude, chegando a mais de 19,8 mil metros, e de velocidade, com cerca de 544,46 m/s (mach 1.6) MarsScientific.com Mais

Estudo feito com camundongos mostra que a flora intestinal humana tem um fator determinante no metabolismo do organismo. As cobaias tiveram a mesma dieta e consumiram a mesma quantidade de alimentos, mas o grupo que recebeu bactérias da flora intestinal de obesos (identificados em vermelho no gráfico acima) engordaram mais dos que aqueles que foram injetados com micróbios do intestino de pessoas magras (em azul). Na segunda fase dos experimentos, os obesos 'emagreceram' com uma dieta saudável (rica em fibras e pobre em gorduras saturadas), que os fez obter bactérias intestinais dos companheiros magros; mas quando foi alimentado com poucas fibras e muita gordura, o grupo obeso não impediu o ganho de peso, pois não conseguiu obter as "bactérias boas" Science/AAAS Mais

Para comemorar o lançamento da sonda Ladee (sigla em inglês para Explorador do Ambiente de Poeira e Atmosfera Lunar), a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) estreou na manhã desta sexta-feira (6) sua conta no Instagram com uma foto da Terra feita a partir da Lua pela tripulação da Apollo 11, no histórico dia 20 de julho de 1969. A nova missão da Nasa, que vai analisar a fina atmosfera da Lua, está prevista para ser lançada na base de Voo Wallops, na Virgínia (EUA), às 23h27 de hoje no horário local - que corresponde à 0h27 de sábado (7) no fuso horário de Brasília Nasa Mais

O maior vulcão do Sistema Solar já registrado pelos cientistas foi encontrado no oceano Pacífico, perto do Japão. Com 650 quilômetros de largura, o Tamu Massif (concepção artística) rivaliza com o Olympus Mons, megavulcão de Marte de 625 quilômetros de diâmetro. A montanha submersa está inativa há 140 milhões de anos, segundo equipe da Universidade de Houston, nos Estados Unidos William Sager/University os Houston Mais

Um pedaço de um asteroide, de cerca de 0,61 metro de diâmetro e pesando mais de 45 quilos, entrou na atmosfera da Terra, acima da fronteira da Geórgia com o Tennessee, ao sul de Cleveland, nos Estados Unidos. A bola de fogo foi uma das mais intensas observadas em cinco anos pela rede da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). O meteoro foi 20 vezes mais brilhante que a Lua cheia Reprodução Mais

Pesquisadores da Nasa descobriram que a inversão de polos do Sol, que marca um novo ciclo de atividade a cada 11 anos, ocorre devido a uma dupla camada de circulação, com fluxos ocorrendo um por cima do outro, e não um simples fluxo como os cientistas pensavam Stanford Mais

Sistema Solar passa por uma turbulência no espaço. Isso mesmo, nossos sistema move-se a cerca de 23 quilômetros por segundo em um conjunto de nuvens finas de gás, chamado de Nuvem Interestelar Local. Agora, os astrônomos descobriram sinais de turbulência na nuvem , indicado por uma mudança na direção de átomos de hélio que correm para o Sistema Solar. Se a mudança for real e continua por centenas de milhares de anos, isto pode ser um sinal de mudanças dramáticas no Sistema Solar, aponta estudo publicado na Science Nasa/Goddard/Adler/University of Chicago/Wesleyan University Mais

A sonda Ladee (sigla em inglês para Explorador de Atmosfera e Ambiente de Pó Lunar), da Nasa (Agência Espacial Norte-americana), é lançada, na noite desta sexta-feira (6), do centro espacial Wallops, na costa do Estado norte-americano da Virgínia. O lançamento foi realizado com sucesso, às 23h na hora local (à 0h27, no fuso de Brasília). O equipamento, que ficará na órbita da Lua, vai estudar a atmosfera do satélite, e ajudar a ampliar o conhecimento do Sistema Solar, segundo a Nasa Nasa/Instagram Mais

Membros da agência espacial russa carregam o astronauta norte-americano Chris Cassidy logo após a aterrissagem da cápsula Soyuz na região central do Cazaquistão, na manhã desta quarta-feira (11). A Soyuz voltou à Terra trazendo ainda os cosmonautas russos Pavel Vinogradov e Alexander Misurkin, depois de passar 166 dias acoplada à ISS (Estação Espacial Internacional) Maxim Shipenkov/Pool/AP Mais

Na segunda-feira (9), às 20h18 (horário local), um detrito de cometa do tamanho de uma bola de beisebol (entre 23 e 25 centímetros) chocou-se com a atmosfera terrestre acima do Alabama, nos EUA, produzindo uma luz 15 vezes mais brilhante do que o planeta Vênus Nasa Mais

Galáxia em espiral com núcleo extremamente brilhante tem grande emissão de hidrogênio, hélio, nitrogênio e oxigênio. A imgem é da galáxia IC 2560 na constelação de Antlia, a mais de 110 milhões de anos luz da Terra, capturada pelo telescópio Hubble Reuters/Hubble/European Space Agency/Nasa Mais

Cientistas e engenheiros indianos trabalham em veículo orbital de Marte na Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO), em Bangalore. O país pretende enviar a nave não-tripulada entre 21 de outubro e 19 de novembro AFP/Manjunath Kiran Mais

A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) anunciou nesta quinta-feira (12) que a Voyager 1 (acima, em concepção artística) deixou a heliopausa, região considerada 'fronteiriça' do nosso Sistema Solar, e entrou no espaço interestelar em 25 de agosto de 2012. Até então, a Agência nunca tinha admitido que a nave já tinha saído do Sistema Solar, mesmo com a publicação de algumas pesquisas. A nave espacial, que foi lançada em 1977, está a 19 bilhões de quilômetros do nosso Sol, distância que nenhum outro objeto feito pelo homem conseguiu chegar antes, ressalta estudo publicado na Science Nasa/JPL-Caltech Mais

Um sapo apareceu, sem querer, no álbum oficial de fotos do lançamento da sonda Ladee (sigla em inglês para Explorador do Ambiente de Poeira e Atmosfera Lunar), que ocorreu no último dia 6, a partir da base de Voo Wallops, na Virgínia, nos Estados Unidos. A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) confirmou a autenticidade da imagem nesta quinta-feira (12) e disse que o anfíbio foi "arremessado" pela força do foguete Minotauro 5: o animal foi capturado por um único clique de uma das câmeras automáticas do fotógrafo da Agência, mas não se sabe se sobreviveu ao acidente - ele aparece no canto superior, à direita. A Ladee foi desenvolvida para coletar dados da densidade e da composição da exosfera e das partículas de poeira que envolvem a Lua, para que os cientistas estudem o impacto da atividade humana nessa fina camada da atmosfera lunar Chris Perry/Nasa/Reuters Mais

Pesquisadores da Universidade Brown, nos Estados Unidos, identificaram uma deficiência genética entre os neurônios e os circuitos cerebrais de pessoas com um tipo severo de autismo, chamado de síndrome de Christianson, e conseguiram restaurar o crescimento neuronal em camundongos para compensar esse deficit. Na sequência acima, as duas imagens superiores comparam um neurônio normal (à esquerda) com um que tem o defeito genético (à direita); enquanto as duas imagens de baixo mostram neurônios que receberam o tratamento, deixando o gene defeituoso (à direita) tão ramificado quanto o normal (à esquerda) Morrow lab/Brown University Mais

Durante o trabalho de arqueologia desenvolvido nas obras da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro, que liga a Barra da Tijuca a Ipanema, foram encontradas mais de 200 mil peças, inteiras ou fragmentadas, que remontam ao Rio de Janeiro dos séculos XVII, XVIII e XIX Divulgação Mais

Os russos Sergey Ryazanskiy e Oleg Kotov e o norte-americano Michael Hopkins posam para fotógrafos no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, neste sábado (14). Os astronautas serão enviados à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) no próximo dia 26, para integrar a missão 37 da plataforma Sergei Remezov/Reuters Mais

Depois de mais de quatro anos mapeando a gravidade da Terra, o satélite Goce vai começar sua jornada de volta ao nosso planeta no mês que vem, informou a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês). É que o combustível do equipamento, apelidado de "Ferrari do espaço" quando foi lançado em março de 2009, deve acabar em meados de outubro, que o fará cair de uma distância de 224 quilômetros de altitude. Grande parte do satélite deverá se desintegrar na reentrada da atmosfera terrestre, mas alguns pedaços podem atingir o globo, apesar da chance de ferir as pessoas sem pequena, já que 2/3 do globo são cobertos por oceanos e áreas inabitadas, lembra a Agência. A reentrada deve ocorrer até três semanas depois do fim do combustível ESA /AOES Medialab Mais

A ninfa de um tipo de percevejo, o "Issus coleoptratus", usa um par de engrenagens nas coxas (quadros B e D) para sincronizar o movimento das pernas durante os saltos. Esta é a primeira vez que um sistema de engrenagens capaz de entrelaçar os dentes e girar de modo funcional é descrito na natureza, ressalta pesquisa publicada na revista Science. Os dentes das rodas têm cerca de 20 micrômetros de altura e, graças às engrenagens, as pernas se movem com um intervalo de só 30 microssegundos. Um grau de sincronia "difícil de conseguir com pulsos neurais de 1 milissegundo", diz o grupo da Universidade de Cambridge, na Inglaterra - o pulso é 30 vezes mais lento que a coordenação das pernas pela engrenagem minúscula Science Mais

Astrônomos fizeram o mapa 3D mais completo da nossa galáxia usando dados de telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês). Na concepção artística acima, a Via Láctea é vista praticamente de perfil e de uma perspectiva completamente diferente da que temos a partir do nosso planeta. O bojo central, localizado a cerca de 27 mil anos-luz de distância da Terra, parece uma bola brilhante com suas 10 bilhões de estrelas e os braços em espiral e as suas nuvens de poeira formam uma faixa estreita ESO/Nasa/JPL-Caltech/M. Kornmesser/R. Hurt Mais

Jean-François Clervoy, astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), refaz os históricos passos de Neil Armstrong na Lua, a primeira caminhada espacial do homem, no fundo do mar na costa de Marselha, na França. O treinamento debaixo d'água é uma maneira eficaz de os astronautas se acostumarem com a sensação de gravidade zero por longos períodos. A intenção desse teste subaquático é desenvolver o trabalho europeu para explorar corpos celestes, como asteroides Alexis Rosenfeld Mais

A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) flagrou um momento raro do nosso planeta este mês: o céu sobre os três oceanos ficou completamente calmo por um dia, apenas com formação de nuvens. No último dia 8 de setembro, nenhuma atividade de furacão, ciclone ou tempestade foi captada por uma rede de 14 satélites polares da rede Suomi, mesmo sendo o auge da temporada de furacões no hemisfério Norte. Para Bill Patzert,do Laboratório de Propulsão a Jato, o JPL da Nasa, esse 'atraso' não significa que a época de furacões será mais fraca neste ano. "A temporada 2013 foi anunciada como um estouro, mas até meados de setembro tem se mostrado um fracasso. Mas fique atento: furacões podem ficar ativos mais tarde também. Lembrem-se que a supertempestade Sandy apareceu no fim de outubro no ano passado" NASA Earth Observatory image by Jesse Allen, using VIIRS data from the Suomi National Polar-orbiting Partnership Mais

Equipe internacional de arqueólogos descobriu na Amazônia equatoriana os restos de uma casa construída há cerca de 3.000 anos. A construção mais antiga da região amazônica foi erguida no formato oval, com 17 metros de comprimento e 11 de largura, mostram as marcas das pilastras achadas no sítio perto de Puyo, na província de Pastaza - até um tronco de árvore, enterrado de cabeça para baixo na camada freática, foi usado como coluna da residência (à direita) Stéphen Rostain/Efe Mais

Equipe internacional de arqueólogos descobriu na Amazônia equatoriana os restos de uma casa construída há cerca de 3.000 anos. A construção mais antiga da região amazônica foi erguida com um formato oval, tendo 17 metros de comprimento e 11 de largura, mostram as marcas das pilastras achadas no sítio perto da região de Puyo, na província de Pastaza Stéphen Rostain/Efe Mais

Asteroide 2013 RZ53, com diâmetro entre 1 e 3 metros, cruzará o espaço entre a Terra e a Lua nesta quarta-feira (18). A rocha espacial foi descoberta na última sexta-feira (13) e não representa perigo, já que, segundo astrônomos, passará a uma distância segura do planeta, a uma velocidade de 7.848 km/h Nasa Mais

Estudo que decodificou o genoma do tigre siberiano ("Panthera tigris altaica") revelou que o animal é um "predador" por natureza, com genes bem representados sobre força muscular, uso de energia e processamento sensorial (reflexos). Apesar de compartilhar 95,6% do genoma com o gato doméstico, existem 3.600 genes próprios de grandes felinos - como o tigre de Bengala, o leopardo e o leão -, sendo que 1.400 deles são ligados à assimilação de proteínas e de gorduras, típicos de dietas carnívoras Roland Weihrauch/AFP Mais

A base do Centro Espacial Wallops, na Virgínia (EUA), recebeu duas divertidas placas de sinalização com direção para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e para a Lua. A brincadeira faz referência ao lançamento do foguete Antares (à esquerda), da empresa Orbital Sciences Corporation, que traz a bordo o cargueiro Cygnus, que levará 589 quilos de suprimentos aos astronautas da plataforma orbital. O lançamento está previsto para ocorrer nesta quarta-feira (18), mas o cargueiro só deverá se atracar na ISS quatro dias depois, no próximo domingo (22) Bill Ingalls, Nasa/AP Mais

Cerca de 24 corpos, todos sem cabeça (com o crânio e mandíbula separados), foram encontrados em um cemitério Maia de aproximadamente 1.400 anos. Arqueólogos acreditam que o povo decapitava e esquartejava seus prisioneiros Nicolaus Seefeld/Universidade de Bonn Mais

Este brilhante amontoado de estrelas forma a enorme maternidade estelar chamada Nebulosa do Camarão, localizada na constelação do Escorpião, a cerca de 6000 anos-luz de distância da Terra. Também conhecida como IC 4628, a nebulosa tem cerca de 250 anos-luz de dimensão, sendo capaz de cobrir de gás e nódulos de poeira escura uma área no céu equivalente a quatro vezes a Lua cheia. As jovens estrelas aparecem como pontos azuis muito claros, mostra registro em luz visível obtido com o telescópio VLT, do Observatório do Paranal, no Chile (acima), mas elas também emitem bastante radiação ultravioleta. É essa radiação, aliás, que faz com que as nuvens de gás brilhem intensamente: e, no caso da Nebulosa do Camarão, ela fica avermelhada por causa da alta concentração do hidrogênio, explica o Observatório Europeu do Sul Martin Pugh/ESO Mais

O foguete Antares parte da plataforma do Centro Espacial Wallops, na Virgínia (EUA), nesta quarta-feira (18). Ele colocou no espaço o cargueiro Cygnus, que carrega 589 quilos de suprimentos para os astronautas da missão 37 da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). A cápsula da Orbital Sciences Corp deverá se atracar na ISS, que fica a 415 quilômetros de altitude, só no próximo domingo (22) Steve Helber/AP Mais

Médicos do Instituto de Ciência Weizmann, de Israel, descobriram que a remoção da proteína Mbd3 facilita a reprogramação de células adultas de seres vivos até o estado das células-tronco embrionárias, as chamadas células-tronco pluripotentes induzidas (iPS). Acima, as imagens comparam o antigo processo de criação (à esquerda) com a nova técnica israelense (à direita), capaz de criar muito mais células IPs J. Hanna/Weizmann Institute Mais

Grupo de arqueólogos descobriu cinco ossos de pênis do "Indarctos artoides", uma espécie de urso pré-histórico que viveu há 9 milhões de anos, no sítio arqueológico de Cerro de los Batallones, em Madri, na Espanha. Os fósseis dos báculos (ossos que são encontrado na maioria dos mamíferos, mas não nos humanos) têm quase 24 centímetros de comprimento, maior que o das atuais oito espécies de ursos Efe Mais

O clima espacial afeta o sinal de satélites na órbita da Terra, produzindo falhas nas transmissões de TV, nos serviços de internet e nas telecomunicações de todo o planeta, mostra estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), dos Estados Unidos. A maioria das falhas de oito satélites geoestacionários ocorreram em momentos de declínio do ciclo solar, época marcada por grande atividade do astro e liberação de elétrons altamente energéticos ESA Mais

Um estudo sobre o desempenho aerodinâmico do microraptor, uma espécie de dinossauro com penas que viveu há cerca de 130 milhões de anos, desvendou um mistério sobre a evolução do voo dos pássaros. Cientistas da Universidade de Southampton, na Inglaterra, colocaram uma maquete com penas em um túnel de vento (acima) e constataram que a criatura pré-histórica não poderia voar com suas asas, mas era capaz de planar entre 70 metros e 100 metros após saltar de uma árvore muito alta, superior a 30 metros University of Southampton Mais

O maior telescópio solar do mundo recebeu sua estrutura de proteção, que foi fabricada na Espanha, ao custo de cerca de R$ 10,5 milhões (3,5 milhões de euros). O "Advanced Technology Solar Telescope" fica em um parque natural a 3.000 metros de altitude no Havaí, mas só será inaugurado dentro de um ano e meio Alfredo Aldai/Efe Mais

As medições de alta precisão do robô Curiosity não encontraram vestígios de metano na atmosfera rarefeita de Marte no último ano, segundo a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana), descoberta que contraria teorias anteriores - observações feitas a partir da Terra em 2003 indicavam grandes nuvens da substância, com concentração de até 45 partes por bilhão (manchas vermelhas, acima), no planeta vermelho. O gás é considerado um potencial indício de vida, já que é produzido por seres aqui na Terra, de micróbios a animais de grande porte, ressalta pesquisa publicada na revista Science nesta quinta-feira (19) Nasa/JPL Mais

O geólogo Pat Druckenmiller, da Universidade do Alasca, em Fairbanks (EUA), quer provar que um fóssil achado no Alasca há dois anos (foto) pode ser de uma espécie desconhecida de réptil marinho pré-histórico. A criatura é um tipo de talatossauro, que nadava no nosso planeta há 210 milhões de anos, e se parecia "meio com um lagarto, meio com uma iguana". Além disso, o réptil tinha cerca de um metro de comprimento, uma cauda longa que ajudava na sua propulsão no nado, um crânio incomum e um bico pontudo, descreve o pesquisador Pat Druckenmiller/University of Alaska's Museum of the North in Fairbanks/Reuters Mais

Cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, conseguiram identificar um gene que tem papel crucial na extinção de memórias. Este processo é natural e permite que memórias antigas que não são mais usadas deem lugar a novas. Agora, os pesquisadores estudam se seria possível usar este gene para superar um trauma, por exemplo, ajudando um indivíduo a esquecer más experiências passadas Christine Daniloff/MIT Mais

Imagem compara os tamanhos entre um rato que tem acondroplasia, a forma mais comum de nanismo (no topo), e de um que recebeu duas injeções por semana do gene FGFR3, o fator de crescimento do fibroblasto receptor 3 (abaixo). O tratamento experimental de três semanas fez o crescimento ósseo ficar 'normal' e atingir o tamanho de um animal adulto, sem apresentar sinal de toxicidade, mesmo oito meses depois da suspensão da terapia S. Cassagnaud et al., Science Translational Medicine (2013) Mais

Cientistas da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, apresentaram imagens que seriam de vida alienígena que veio parar na Terra. Segundo o grupo, as partículas foram captadas após um experimento que soltou um balão na estratosfera, a 27 quilômetros de altitude, durante a chuva de meteoros Perseidas, que ocorreu em agosto passado Universidad de Sheffield/Reuters Mais

O "toxoplasma gondii", ao adentrar o organismo do roedor, causa uma mutação permanente em seu cérebro, tornando-o praticamente um "zumbi" sem controle de todos os seus atos e sem receio de gatos. A mutação no rato, por sua vez, atrai o gato, que ao ingerir sua carne acaba também infectado pelo parasita, que tem como habitat natural o intestino do felino. A grande descoberta é que os efeitos permanecem no rato, mesmo quando o parasita não está mais em seu organismo ThinkStock Mais

O astrônomo inglês Pete Lawrence captou com um telescópio de 10 centímetros a passagem do cometa Ison pela constelação de Câncer em direção à de Leão no último dia 15 - para conseguir o registro acima, a câmera ficou exposta por 40 minutos. Segundo previsão da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), o cometa do século chegará em 1º de outubro de 2013 ao ponto mais próximo de Marte (10,5 milhões de quilômetros), distância seis vezes mais próxima do que ficará da Terra, que deve ocorrer em 26 de dezembro. Se sobreviver à aproximação do Sol sem se fragmentar, o Ison poderá ser visível no nosso planeta entre novembro e dezembro - no Brasil, será mais fácil observá-lo antes do amanhecer durante esses dois meses P. Lawrence Mais

Inspirado nos inúmeros relatos de aparições do "Pé Grande" nos Estados Unidos, o professor Joshua Stevens, da Universidade Estadual da Pensilvânia, compilou os locais em que o animal já teria passado entre 1921 a 2012 no país - os dados foram retirados dos arquivos do órgão criado por fãs da lenda norte-americana, o "Bigfoot Field Researchers Organization". O mapa chegou a 3.133 pontos em que um "Pé Grande" teria sido visto nos Estados Unidos nesses últimos 91 anos. O levantamento inclui, ainda, uma linha do tempo dos relatos de aparição, tendo como auges o fim da década de 1970 e o período entre os anos 2000 e 2009. "Atualmente não estou muito convencido de que exista um macaco gigante brincando de esconde-esconde no país. Mas se pesquisadores respeitáveis como Jane Goodall [famosa primatologista britânica] já se mostraram convencidos pelo mito, acho que vale a pena, ao menos, mapear esses relatos", explica. Acima, imagem de película de 16 mm feita por Ivan Marx mostra a lendária criatura caminhando nas montanhas do Norte da Califórnia, nos Estados Unidos, em 1977 AP/File Mais

A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) e a Orbital Sciences decidiram adiar em quase uma semana a aproximação e a acoplagem da Cygnus (concepção artística) para não atrapalhar a chegada do novo trio de astronautas na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), prevista para a próxima quarta-feira (25). A Nasa disse que só confirmará a nova data depois da acomodação da tripulação da missão 37, mas adiantou que a manobra espacial deverá acontecer só depois de sábado (28). A cápsula chegou a fazer contato com a ISS no último domingo (22), data inicial de sua chegada, mas um erro em um de seus programas impediu que ela prosseguisse com a aproximação e fosse agarrada pelo braço robótico - como a Cygnus precisou de mais 48 horas para encontrar a trajetória orbital da plataforma, os cientistas disseram que o cronograma apertado atrapalharia os astronautas a bordo Orbital Sciences Mais

Um padre católico ortodoxo abençoa nesta terça-feira (24) a Soyuz TMA-10M na base de lançamento do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. A nave russa vai levar o novo trio de astronautas - os russos Oleg Kotov e Sergey Ryazanskiy e o norte-americano Mike Hopkins - para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) na madrugada da próxima quinta-feira (26) - que corresponde às 17h56 de quarta-feira (25), no fuso horário de Brasília Carla Cioffi/Reuters Mais

Localizada a 54 milhões de anos-luz de distância, a galáxia M60-UCD1 pode ser a mais densa já detectada pelo homem, explica a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). A galáxia-anã é bastante compacta e concentra em um raio de apenas 80 anos-luz metade de sua massa, que chega a ser 200 milhões de vezes maior que a do Sol - isso significa que as estrelas da M60-UCD1 estão 25 vezes mais perto do que as da vizinhança da Terra, na Via Láctea. Novas medições do Observatório Chandra revelam a presença de um intensa fonte de raios-x no centro dessa galáxia, que, provavelmente, é de um buraco negro 10 milhões de vezes a massa do nosso astro X-ray: NASA/CXC/MSU/J.Strader et al, Optical: Nasa/STScI Mais

A Mars Express, sonda da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) que orbita Marte desde 2006, fotografou vales negros esculpidos pelo vento no "Labirinto da Noite", localizado na região vulcânica de Tharsis Rise, que tem mais de 4.000 km de extensão, 200 km de largura e 7 km de profundidade. Os cânions marcianos são escuros devido à composição de grãos de ferro derivados de minerais de rochas vulcânicas marcianas, ao contrário das claras dunas terrestres, que são compostas por quartzo. Nasa/JPL/University of Arizona Mais

O maior maremoto já registrado ocorreu na costa da Rússia, no mar de Okhotsk, em maio de 2013. Sua magnitude foi de 8.3 graus na escala Richter, mas os cientistas ainda não sabem o que permitiu um tremor tão profundo embaixo do oceano Divulgação/Science Mais

A fermentação do amido da mandioca produz até seis grupos de bactérias que podem eliminar dos rios o cianureto, substância altamente tóxica usada para separar o ouro do restante de elementos extraídos na água. Bioquímicos da Universidade Icesi de Cali, na Colômbia, dizem que as bactérias da planta são uma alternativa eficaz e acessível para evitar a poluição de águas residuais da mineração Christian Escobar Mora/Efe Mais

A espécie africana tecelão-parasita ("Anomalospiza imberbis") engana outros pássaros para que choquem seus ovos. A fêmea volta para o ninho hospedeiro várias vezes e chega a depositar cerca de um ovo em dias alternados. Sua maior vítima é a prínia-de-flancos-castanhos ("Prinia subflava"), uma ave de tamanho similar, mas com coloração mais escura. "Eles enganam os hospedeiros e, com isto, ajudam que mais filhotes sejam criados", explica estudo publicado na revista "Nature Communications" Claire Spottiswoode Mais

Para testar a nova antena instalada no telescópio Apex, que fica no deserto de Atacama, no Chile, o Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) fez novo registro da Nebulosa da Pata do Gato, localizada na constelação do Escorpião. Com o equipamento ArTeMiS foi possível detectar o brilho frio (identificado pela cor laranja) emitido pelas densas nuvens de poeira interestelar, já que ele opera entre a radiação infravermelha e as ondas rádio do espectro electromagnético ArTeMiS team/Ph. André, M. Hennemann, V. Revéret et al./ESO/J. Emerson/VISTA Acknowledgment: Cambridge Astronomical Survey Unit Mais

Grupo da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) capturou, pela primeira vez, o processo evolutivo de um pulsar, isto é, oscilando entre emissões de raios x e ondas de rádio. Pulsar é um sistema binário que orbita em torno do centro de gravidade comum a uma estrela de nêutron altamente magnetizada (à esquerda) e de uma menos massiva (à direita). No primeiro quadro, a estrela de nêutron gira muito rápido, emitindo duas faixas de ondas de rádio (roxo), mas essa rotação diminui gradualmente ao longo de milhões de anos e sua atração gravitacional começa a puxar matéria de sua companheira. Com isso, os giros voltam a ser muito rápidos novamente, mas o acréscimo de densidade amortece as emissões na banda de rádio, sendo visíveis apenas em raios x (feixes brancos mais largos). Só quando o pulsar expande sua magnestofera é que consegue empurrar o material sugado para longe, intensificando, novamente, a emissão de rádio. A oscilação entre esses dois estágios acontece ao longo de várias centenas de milhões de anos, explica a ESA, até que a estrela companheira evolui para uma anã-branca (estágio final de vida) e o pulsar vira apenas uma emissora de rádio ESA Mais

Pesquisadores australianos apresentaram nesta quarta-feira um protótipo de carro que freia se os sensores situados na cabeça do motorista detectarem que está distraído. O acelerador do veículo recebe ordens de um capacete com 14 sensores que medem o tipo e a quantidade de atividade cerebral e podem determinar seu nível de concentração, explicou Geoffrey Mackellar, um pesquisador de neuromecânica Emotiv Reprodução Mais

Nave Soyuz é lançada com três astronautas em direção à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. O comandante Oleg Kotov é o único do trio que já viajou ao espaço, passando duas vezes pela ISS, já Michael Hopkins e Sergey Ryazanskiy fazem sua primeira viagem espacial. Eles devem chegar à ISS após seis horas de voo, para uma missão de 5 meses e meio, com volta programada para março de 2014 Reprodução/Nasa TV Mais

Cientistas dizem que o Universo pode ser curvo e não plano como se acredita. A pesquisa da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, publicada na revista científica "Physical Review Letters1" usa dados do projeto Plank da Agência Espacial Europeia (ESA) que indicam que a temperatura da micro-onda de radiação cósmica flutua mais de um lado do céu do que de outro (à direita, na ilustração), o que seria um sinal de que o cosmos é curvo, similar a uma sela de cavalo ESA/Projeto Planck Mais

Mike Hopkins, Oleg Kotov e Sergey Ryazanskiy (à frente, da esquerda para a direita) participam da cerimônia de boas vindas na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). A nave russa Soyuz se acoplou à plataforma aproximadamente às 23h45 de quarta-feira (25), no fuso de Brasília Nasa/AP Mais

Um fóssil de 419 milhões de anos achado na represa de Xiaoxiang, na China, é do vertebrado mais primitivo a ter uma mandíbula moderna, incluindo o osso da arcada dentária. Com forte carapaça, o "Entelognathus primordialis" (ilustração) era um peixe da extinta família dos placodermos, que tinham crânio complexo e pequeno e ossos na mandíbula Brian Choo/Chinese Academy of Sciences/Nature/AFP Mais

Cientistas identificaram um circuito cerebral da compulsão alimentar após observações de neurônios de camundongos que atuam no hipotálamo lateral, região responsável por controlar impulsos. Esse circuito fazia as cobaias continuarem a comer mesmo depois de alimentadas, assim como levava os animais a recusarem comida quando famintos Dakota Rose/Science Mais

Marceneiro Adeildo Silva mostra suposto meteorito que quase o atingiu quando estava trabalhando na calçada de sua oficina na última segunda-feira (23), em Povoado Borracha, que fica na zona rural do município de Vicência, a 83 quilômetros de Recife (PE). A pedra escura, que tem cerca de 1,2 quilo e 20 centímetros, abriu um buraco quando atingiu o solo. "A pedra estava muito quente de um lado e do outro completamente fria [quando a peguei do chão]. É muito estranho tudo isso", explicou Borracha Info/Divulgação Mais

Engenheiros da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana), liderados pelo pesquisador Greg Gatlin, pulverizaram óleo fluorescente em um protótipo de avião híbrido, feito em escala menor, para observar os padrões de fluxo de ar durante um teste de voo em um túnel de vento subsônico. O estudo desse padrão é importante para determinar as características essenciais da aeronave, tais como sustentação e arrasto, diz a Agência Nasa Langley/Preston Martin Mais

29.set.2013 - O braço robótico Canadarm2 da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), operado pelo italiano Luca Parmitano, agarra a cápsula Cygnus antes de acoplá-la ao módulo Harmony. A manobra ocorreu neste domingo, uma semana depois do previsto devido a problemas técnicos. A porta da cápsula, no entanto, só sera aberta nesta segunda-feira (30) para que os seis tripulantes descarreguem a carga de 590 quilos, que inclui equipamentos, comida e roupas Nasa TV Mais

Imagem do espaço feita pelo satélite Plêiades mostra a ilha formada após o grande terremoto que atingiu o sudoeste do Paquistão. Segundo geólogos, como se originou a centenas de quilômetros do epicentro do tremor de magnitude 7,7 na escala Richter, a ilha é, na verdade, um vulcão de lama Reuters/CNES Mais

Uma empresa da Inglaterra desenvolveu a partir de técnica conhecida como enxertia o TomTato, planta híbrida que produz simultaneamente tomate e batata. Segundo os cientistas, o vegetal não foi geneticamente modificado e é seguro para consumo Divulgação Mais

O astrônomo amador Michael Jäger, da Áustria, registrou na manhã de sábado (28) o cometa Ison passando mais brilhante e com uma cauda verde. O cianogênio e o carbono molecular são substâncias que, ao reagir com os raios ultravioleta do Sol, criam esse tom esverdeado, sinal de que o cometa do século iniciou sua entrada nas regiões mais internas do Sistema Solar, onde está a Terra Michael Jaeger Mais

Nova pesquisa mostra que a base da proteína da dieta dos nativos da Ilha de Páscoa vinha do rato-do-Pacífico ("Rattus exulans"), e não de frutos do mar como os cientistas acreditavam antes. O grupo da Universidade Estadual do Idaho, nos EUA, chegaram à conclusão após analisar vestígios de nitrogênio e isótopo de carbono contidos nas arcadas dentárias de 41 cadáveres coletados na ilha isolada do oceano Pacífico cliff1066/Flickr Mais

Kepler-7b (à esquerda) é o primeiro exoplaneta a ter suas nuvens mapeadas pelo homem, segundo a Nasa (Agência Espacial Norte-Americana). Produzido com dados obtidos pelos telescópios espaciais Kepler e Spitzer, o mapeamento mostra que as nuvens, que são compostas de minerais com silicatos, cobrem apenas o lado ocidental do planeta gasoso, deixando a porção leste descoberta, um sinal de que ele "tem um clima estável, diferente do que ocorre com a Terra". O Kepler-7b é um dos exoplanetas menos densos já catalogados, com cerca da de metade da massa de Júpiter (à direita), mesmo sendo maior Nasa/JPL-Caltech/MIT Mais

Imagens do mês (setembro/2013)

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE UOL CIÊNCIA

UOL Cursos Online

Todos os cursos