Com -7,8ºC, Urupema cancela aulas e fecha comércio

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias*
Em São Paulo

A massa de ar polar mais intensa do ano provocou recordes de frio durante a manhã desta quarta-feira (14). Na cidade catarinense de Urupema, os termômetros marcaram -7,8ºC, a temperatura mais baixa da década, segundo levantamento do Epagri/ Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina), responsável pela medição. Há exatos dez anos, no dia 14 de julho de 2000, os termômetros da cidade de São Joaquim (SC), que fica próxima a Urupema, marcaram -9ºC.

As temperaturas negativas assustaram até mesmo que está acostumado com o frio da montanha --na cidade, que fica no Planalto Sul e tem a altitude mais elevada de Santa Catarina (1.425 metros), a temperatura média é de 13ºC.

“O frio foi muito intenso. O comércio parou até quase meio-dia. Agora à tarde é que as atividades estão sendo retomadas”, disse Luiz Carlos Pagani Arruda, prefeito em exercício do pequeno município, de cerca de 2.500 habitantes.

A prefeitura decidiu antecipar as férias escolares em alguns dias para evitar que as crianças precisem enfrentar o frio. “As aulas terminariam na segunda-feira, mas demos férias a partir de hoje, porque a previsão é de que o frio vai piorar”, disse Arruda.

De acordo com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) de Urupema, a água das torneiras congelou e muitos hidrômetros precisaram ser substituídos. “Muitos outros deverão apresentar problemas no decorrer do dia durante o descongelamento, o que é comum nesta época do ano”, disse o chefe da agência, Sebastião de Oliveira Rodrigues.

Segundo o prefeito, na parte rural da cidade, que responde por 90% de todo o município, os produtores estão preparados para as baixas temperaturas, que são esperadas todos os anos. “O gado é levado para as pastagens especiais e a produção agrícola para durante esse período”, explicou.

Hotéis lotados
Dureza para uns, alegria para outros. No hotel da Fazenda do Barreiro, que fica na região, todos os quartos estão lotados. Os aquecedores e as lareiras foram ligados para ajudar os hóspedes a enfrentar o banho ou levantar da cama.

“Nessa época a gente já conta com o frio. Os hóspedes vêm esperando por ele. A procura aumenta muito mesmo. O hotel fica cheio em julho e lota durante o final de semana. O pessoal gosta”, contou o gerente do estabelecimento, Edilson de Oliveira.

O frio deixou campos, telhados e a ponte da Praça Central cobertos de branco. As poças ficaram totalmente congeladas.

De acordo com a secretaria de Turismo de Urupema, a estrada que leva até o morro das Torres, o ponto mais alto da cidade, com 1.750 metros de altitude, estava coberta de flocos de gelo e na cachoeira da região a água também ficou congelada. Moradores e turistas foram até o local para admirar o cenário.

Previsão de mais frio
De acordo com os meteorologistas da Somar, depois da madrugada mais fria da década, o sol predomina em boa parte da região Sul, mas a temperatura máxima permanece muito baixa no decorrer do dia.

No Rio Grande do Sul, sul e centro de Santa Catarina e no noroeste do Paraná, a máxima não passa dos 10°C. Além disso, uma frente fria ainda provoca chuvas fracas em uma faixa que começa no litoral do Paraná e prossegue até o noroeste deste mesmo Estado.

Amanhã, além da frente fria, uma área de instabilidade conhecida como vórtice ciclônico volta a provocar temporais no Paraná, Santa Catarina e extremo norte do Rio Grande do Sul, acumulando até 50 mm no noroeste e leste paranaense e no norte catarinense. Por conta das baixas temperaturas, há risco de queda de granizo e as rajadas de vento podem chegar aos 70 km/h no centro e leste do Paraná.

Segundo o meteorologista Celso Oliveira, a combinação de umidade e baixa temperatura aumenta a chance de queda de neve em algumas cidades da Serra Geral, entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul, a partir da noite de quinta-feira.

 * Com informações do Tempo Agora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos